27 de fevereiro de 2021
  • 21:32 Já ministro, Moro consultou Lava Jato sobre acordos internacionais
  • 20:28 MP junto ao TCU pede suspensão de compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde
  • 18:34 Vaza áudio de Arthur Lira: “Não vou negociar mais com o PT”
  • 17:07 Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook
  • 15:19 Argentina e México consolidam aliança e tentam ocupar espaço de liderança deixado pelo Brasil

Essa é uma pergunta fundamental.

Marielle discursava na Câmara de Vereadores quando foi interrompida, certamente,  por um bolsonarista. O mesmo gritou “Viva Ustra” imitando Bolsonaro no dia do golpe em Dilma.

Saber quem é o sujeito que gritou pode sim dar pistas dos mandantes de sua morte.

Marielle, como se vê no vídeo, não se intimida e responde: “Não serei interrompida, não aturarei o cidadão que veio aqui e não sabe ouvir a posição de uma MULHER ELEITA.”

Com certeza, em algum lugar tem a imagem de quem gritou, o que facilitaria seu reconhecimento, podendo trazer alguma pista dos mandantes do crime.

Ótima observação e pergunta de Patrícia Pillar

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: