26 de setembro de 2020
  • 16:55 Vacina da Johnson & Johnson produziu anticorpos em 98% dos participantes
  • 16:21 China detecta coronavírus e suspende compra de peixes de companhia brasileira por uma semana
  • 12:04 Dona de casa vai à justiça para receber auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado na ONU por Bolsonaro
  • 10:28 A impressionante folha corrida do Véio da Havan
  • 09:29 Vídeo: Secom de Bolsonaro faz com Cesar Tralli o que Tralli fez com Lula em 2006

Essa é uma pergunta fundamental.

Marielle discursava na Câmara de Vereadores quando foi interrompida, certamente,  por um bolsonarista. O mesmo gritou “Viva Ustra” imitando Bolsonaro no dia do golpe em Dilma.

Saber quem é o sujeito que gritou pode sim dar pistas dos mandantes de sua morte.

Marielle, como se vê no vídeo, não se intimida e responde: “Não serei interrompida, não aturarei o cidadão que veio aqui e não sabe ouvir a posição de uma MULHER ELEITA.”

Com certeza, em algum lugar tem a imagem de quem gritou, o que facilitaria seu reconhecimento, podendo trazer alguma pista dos mandantes do crime.

Ótima observação e pergunta de Patrícia Pillar

 

*Da redação

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: