28 de julho de 2021
  • 10:31 A crença desesperada de Bolsonaro de que o centrão pode salvá-lo do calvário rumo ao cadafalso
  • 09:31 Financial Times: Só commodity não levanta o Brasil de volta
  • 08:56 Receita Federal vê movimentação financeira suspeita de Ciro Nogueira e cobra R$ 17 milhões por sonegação
  • 20:46 TRE de São Paulo absolve Fernando Haddad de acusação de caixa 2 eleitoral
  • 19:27 Vídeo: Zezé Di Camargo convoca o gado para defender o voto impresso

O chefe do Instituto Alemão de Virologia do Hospital Universitário de Bonn, Hendrik Streeck, em entrevista ao jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, comentou novos sintomas da COVID-19.

Segundo o médico, citado no jornal, quase dois terços das pessoas infectadas com coronavírus em algum momento por alguns dias perderam o olfato e o paladar.

Além disso, 30% dos pacientes infectados tiveram diarreia, complementou o especialista.

Contudo, o virologista destacou que a grande maioria dos infectados pelo novo coronavírus tem apenas sintomas leves. Streeck acrescentou que o coronavírus é menos perigoso do que o SARS-1, mas está se espalhando de forma mais ativa.

De acordo com os últimos dados desta quarta-feira (18), o número de infectados ultrapassou os 200.000 em todo o mundo, dos quais oito mil morreram.

 

*Com informações do Sputnik

 

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: