16 de janeiro de 2021
  • 18:49 O Astronauta de Bolsonaro descobriu a vacina do dia D e da hora H
  • 16:32 A Primeira-dama de Bolsonaro
  • 15:23 Bolsonaro merece um tribunal de Nuremberg
  • 14:45 Desde novembro governador do Amazonas sabia que oxigênio de hospitais era insuficiente
  • 13:29 Bolsonaro disse ter feito sua parte, e fez, promoveu aglomerações e se omitiu na ajuda a Manaus

O governo do Rio de Janeiro avalia a possibilidade de suspender as cobranças de contas de água, luz e gás em todo o estado pelo período de 60 dias.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou em entrevista ao jornal O Globo, nesta quinta-feira (19), que seu governo avalia suspender a cobrança das contas devido às medidas de contenção do novo coronavírus.

Witzel também afirmou que medidas como a restrição do transporte de massa estão sendo cogitadas. Segundo o mandatário “é bem provável” que a medida seja tomada.

O governador também afirmou que “ninguém está satisfeito com o governo federal”, no trecho em que comenta sobre pedir adiamento do regime de recuperação do estado ao presidente Jair Bolsonaro.

O Rio de Janeiro deveria pagar R$ 6 bilhões em 2020 ao governo federal pelo acordo do Regime de Recuperação Fiscal.

Além disso, o governador do Rio destacou que as contas do estado também serão impactadas pela queda do preço do barril de petróleo que implicam diminuição do repasse de participações especiais e royalties.

Segundo Witzel, o impacto econômico nas contas do estado pode chegar a R$ 10 bilhões e medidas de ajuste fiscal serão inevitáveis em todos os estados.

O estado do Rio de Janeiro já registrou 2 mortes pelo novo coronavírus e, segundo o Ministério da Saúde, tem 45 casos confirmados.

 

 

*Com informações do Sputnik

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: