28 de julho de 2021
  • 10:31 A crença desesperada de Bolsonaro de que o centrão pode salvá-lo do calvário rumo ao cadafalso
  • 09:31 Financial Times: Só commodity não levanta o Brasil de volta
  • 08:56 Receita Federal vê movimentação financeira suspeita de Ciro Nogueira e cobra R$ 17 milhões por sonegação
  • 20:46 TRE de São Paulo absolve Fernando Haddad de acusação de caixa 2 eleitoral
  • 19:27 Vídeo: Zezé Di Camargo convoca o gado para defender o voto impresso

Se nada for feito para travar esse bonde sem freio, carregado de ódio que, descarrilhado, desce na contramão do mundo, o Brasil vai se transformar no flagelo do mundo pela disseminação descontrolada do coronavírus.

Não há qualquer sentido que justifique a atitude de Bolsonaro que não seja a sua psicopatia nutrida pelo ódio do mundo que sempre lhe serviu como modelo de militar e parlamentar.

Nunca se ouviu da boca de Bolsonaro qualquer palavra que não tenha o ódio como guia. E é pelo gabinete do ódio, comandado por seu filho Eduardo, que partem as ordens de ataque aos médicos, aos enfermeiros, enfim a todos aqueles que estão lidando na ponta com o coronavírus, colocando em risco suas vidas e de seus familiares.

Bolsonaro mente, principalmente quando “homenageia” o heroísmo desses profissionais, já que, após sua fala demagógica, trabalha incessantemente em prol do vírus e contra o país.

É difícil entender o que se passa na cabeça de um monstro desse, pois é o único no mundo com atitudes proativas na expansão da contaminação e dos consequentes óbitos provocados pelo Covid-19.

Alguns acreditam que Bolsonaro não é um louco, mas sim um cínico, mas não explicam o porquê ou qual o sentido de ele estar sozinho no mundo como chefe de Estado defendendo o suicídio coletivo de proporções inimagináveis no Brasil, insistindo de forma obsessiva pelo fim do isolamento social e pela explosão descontrolada de infectados que levará rapidamente ao colapso o sistema de saúde, justamente no momento em que o vírus atinge as periferias e favelas Brasil afora.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

3 COMMENTS

  1. Volnei B. de Carvalho Posted on 6 de abril de 2020 at 11:37

    A psicopatia não é loucura…

    Reply
  2. Maximiliano Posted on 6 de abril de 2020 at 14:26

    Para entender porque Bolsonaro não pode ser considerado louco, mas, sim, psicopata.
    Psicopatas Não São Loucos: Entendendo a Loucura
    https://pessoasperigosas.blogspot.com/2009/01/psicopatas-no-so-loucos-entendendo.html

    Reply
  3. Pingback: Bolsonaro, uma bomba biológica prestes a explodir no país – Antropofagista | THE DARK SIDE OF THE MOON...
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: