25 de julho de 2021
  • 17:05 Ao lado de Joice Hasselmann, Marido diz que ‘Eu nunca agredi ninguém, jamais faria isso’
  • 15:50 Quando a direita vai entender que ela tem prestar contas ao povo e não à esquerda?
  • 14:52 Ciro Nogueira é investigado em inquéritos sigilosos por beneficiar empreiteiras
  • 14:11 Pegasus: vazamento revela abuso de espionagem cibernética
  • 12:05 Investigado por tráfico de influência, filho de Bolsonaro fez permuta para se hospedar em ‘casa dos sonhos’

A Globo não mostraria a imagem e fala de Lula e de Dilma assim por acaso. Ali, nesta sexta-feira, em seus telejornais, ela já anunciava que alguma coisa séria estava por vir.

Depois de mover céu e terra para colocar Bolsonaro na cadeira da presidência, Moro prestará depoimento neste sábado, munido de um dossiê que traz conversas que teve com Bolsonaro pelo Whatsapp durante 15 meses para provar o que denunciou, a interferência do patrão no comando da Polícia Federal.

Segundo a coluna de Guilherme Amado, da Época, Moro tem todo o histórico de seu WhatsApp gravado, antes e depois do ataque hacker de que foi vítima no ano passado, e nele áudios, conversas, links e imagens trocadas com o presidente. O ex-ministro já começou a organizar o acervo para entregar à PF voluntariamente.

Participarão do depoimento de Moro três procuradores designados pelo procurador-geral da República Augusto Aras para acompanhar todas as diligências desta investigação: João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita.

E o circo pega fogo. Agora, é aguardar os próximos capítulos que, com certeza, não serão nada promissores para Bolsonaro.

 

 

*Com informações da Época

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Thais Posted on 2 de maio de 2020 at 09:47

    Vamos torcer, Celeste! O país não aguenta mais esse pesadelo fascista.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: