16 de julho de 2020
  • 19:52 Entenda o relatório que acusa os EUA de cooperação ilegal na Lava Jato
  • 18:21 Em vídeo, Felipe Neto diz para o NYT que Bolsonaro é o pior presidente do mundo no combate à Covid-19
  • 15:58 Gilmar pôs um pedregulho no coturno dos militares e ficou mais cara a relação incestuosa entre Forças Armadas e governo
  • 14:55 Queiroz usou apartamento de ex-mulher de Wassef em SP, apontam mensagens obtidas pelo MP
  • 14:20 Bolsonaro, o verdadeiro ministro da Saúde, manda Pazuello se desculpar com Gilmar Mendes, relator do caso de Flávio

Pesquisa do Ideia Big Data divulgada neste sábado(2), mostra que a rejeição de Jair Bolsonaro disparou depois que ele demitiu os dois ministros mais populares do governo, admitiu usar a Polícia Federal em causa própria e desprezar milhares de mortes por Covid-19.

Segundo o levantamento, divulgado pelo jornalista José Roberto de Toledo, na revista Piauí, o governo Jair Bolsonaro tem 41% de avaliação negativa, enquanto mantém 28% de avaliações positivas e 35% de confiança.

“Dos 41% de avaliação negativa, 25 pontos agora são de ‘péssimo’ e 16% de ‘ruim’. Apenas uma semana antes essas taxas eram respectivamente 19% e 15%. Ou seja, a turma do ‘péssimo’ cresceu tanto que quase se equivale à soma dos que avaliam o governo como ótimo ou bom”, diz o jornalista.

O percentual de brasileiros que aprovam a pessoa de Bolsonaro caiu oito pontos, foi de 30% para 22%.

A pesquisa Ideia Big Data fez 1.609 entrevistas entre 28 e 29 de abril, por meio de um aplicativo de celular. A margem de erro máxima é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

 

*Com informações do 247

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: