29 de novembro de 2020
  • 10:23 Pelotão editorial paulista vai à luta pela hegemonia dos restos mortais do tucanistão
  • 20:40 Ibope: Na chegada, Manuela vira em Porto Alegre
  • 19:55 Há chance real de vitória de Boulos, é o que vê diretor do Datafolha
  • 18:50 Vídeo: França explode em protestos contra policiais racistas
  • 17:40 Eduardo Moreira: ‘Boulos reúne características raras de serem vistas juntas’

“Ninguém pode questionar a honestidade de Lula e Dilma”.

“Lava Jato foi a maior campanha de publicidade do Brasil”.

“Vários jornalistas pediam licença de três meses dos grandes jornais para trabalhar em campanha de políticos e recebiam com caixa-2”

“Moro é melhor como pré-candidato do que como candidato”.

Essas são somente algumas das excelentes frases de João Santana no Roda Viva, ex-marqueteiro de campanha do PT.

João Santana, de inteligência rara, sendo entrevistado por um time perna de pau, só não transformou o programa em algo modorrento, porque hora nenhuma ele se permitiu o silêncio ou se intimidou diante de um time de nulos que estava ali para tentar derrubar seu chapéu e acabou por levar pernada a torto e a direito.

Possivelmente, o Roda Viva nunca se mostrou tão provinciano como hoje e, inutilmente, os entrevistadores jogaram casca de banana para João Santana pisar, mas ele devolvia com uma maestria impressionante e quem escorregou e caiu feio foram os próprios inquisidores.

Foi a entrevista mais vexatória que se assistiu sob o comando de Vera Magalhães. Os tarefeiros tucanos chegaram com muita sede ao pote e não imaginavam um João Santana disposto a enfrentar aquele time de pangarés, fazendo da entrevista um momento histórico com sua inteligência e sagacidade, mas também pela burrice e lerdeza mental dos entrevistadores que nem clichês sabem usar.

Foi um nocaute daquele que se classifica como covardia. Por essa entrevista comandada por jornalistas tucanos, dá para entender porque o PSDB virou pó.

*Carlos Henrique Machado Freitas

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68
Agradecemos imensamente a sua contribuição

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: