4 de dezembro de 2020
  • 19:47 Sobrinho de Bolsonaro, é nomeado para cargo no Senado com salário de R$21.4 mil
  • 17:09 Covid-19: Bolsonaro ignora reunião da ONU com 90 presidentes
  • 14:44 ABJD pede investigação contra Sergio Moro no Ministério Público Federal e na OAB do Paraná
  • 14:02 Recorde de mortes por Covid nos EUA, 3.157 em 24hs. O pior está por vir
  • 12:14 Vídeo: Centrão, o nome eleitoral do dinheiro no Brasil

O bolsonarismo, como até o mundo mineral sabe, é o último refúgio dos tucanos.

Aécio, que foi ídolo do gado num passado recente, resolveu discordar do cavalão sobre a obrigatoriedade da vacina e a milícia digital do gabinete do ódio tocou o berrante contra o ex-ídolo dos tolos que agora são bolsonaristas desde criancinhas.

A frase lapidar do jornalista de aluguel, ex-aecista de primeira hora, Guilherme Fiuza, dá plena dimensão do tamanho da hipocrisia dos ex-aecistas, hoje bolsonaristas: “A verdade é que até aqui ninguém tinha conseguido provar que Aécio Neves é um canalha. Então ele resolveu confessar.”

Ou seja, para o sabujo de Bolsonaro, muito bem pago pela Jovem Pan que, por sua vez, é muito bem paga pela Secom do governo para lamber as botas do ex-tenente expulso do exército por garimpo criminoso e ameaça de terrorismo, Aécio nunca foi corrupto, afina, ele nunca foi visto pedindo propina para Joesley, da JBS e, muito menos, seus primos (um que a gente mata antes de delatar) levando as malas de dinheiro do arrego para o corrupto, que só agora Fiuza descobriu que é um canalha.

*Carlos Henrique Machado Freitas

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68
Agradecemos imensamente a sua contribuição

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: