10 de novembro de 2021
  • 14:26 Governo fecha o cerco a quem pediu extradição de Allan dos Santos
  • 13:32 Pesquisa Quaest/Avaliação negativa de Bolsonaro bate recorde
  • 09:42 Pesquisa mostra Lula mais perto da vitória no primeiro turno
  • 09:03 Para a mídia, Lula virou uma batata quente, e não sabe como segurá-lo
  • 22:01 PEC dos precatórios: Câmara aprova texto em 2º turno

Vendo Dilma numa entrevista leve, mas objetiva, com aquela serenidade de quem dorme o sono dos justos, imediatamente pensa-se na trinca que sabotou e golpeou seu governo e vê em que esgoto os três estão vivendo. Cunha preso, Temer desmoralizado e tachado de Judas, e Aécio, este se transformou numa badalhoca que nem mosquito pousa, tal a sua desprezível e aniquilada carreira política.

Mas, voltando ao que interessa, a qualidade da entrevista começa com a qualidade do entrevistador. Coisa que parece óbvia, mas, no Brasil, virou artigo raro.

Breno fez perguntas vivas tratando Dilma na medida exata de sua importância no Brasil atual. Falaram do golpe, mas não de uma forma cinzenta. Dilma foi clara, pragmática e de uma lucidez que é uma das principais marcas de sua trajetória política. Focada no Brasil, mas também na geopolítica global, ela dá uma aula e coloca cada ponto e vírgula nos assuntos que aborda.

Por isso, destaca-se aqui o que ela disse, até porque toda a entrevista é muito boa, não tem parte melhor que a outra. É tudo muito bem instigado por Breno e melhor respondido por Dilma.

Assista ao vídeo.

 

*Da redação

Siga-nos no Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/H61txRpTVWc7W7yyCu0frt

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: