6 de maio de 2021
  • 13:59 Ao vivo, Alexandre Garcia se desentende com apresentador e ameaça deixar CNN Brasil
  • 10:58 Declarações de Bolsonaro contra a China afetam liberação de insumos de vacinas, diz Butantan
  • 10:30 Com o governo em ruína, Bolsonaro convoca Carluxo para anabolizar o gabinete do ódio
  • 09:35 Bolsonaro está em pânico com o que já foi revelado na CPI da Covid, mas sobretudo com o que ainda será revelado
  • 23:02 Depois de insinuar que a China promoveu ‘guerra bacteriológica’, Bolsonaro afina e diz que não mencionou a China

Mesmo Trump que inspirou o negacionismo de Bolsonaro, teve limite e um limite naquilo em que Bolsonaro cometeu de mais grave, ignorar a vacinação.

Trump investiu toneladas de recursos públicos para a descoberta e compra de vacinas. Bolsonaro não fez nem uma coisa, nem outra, mesmo com a oportunidade que teve, ainda em meados de 2020, de comprar 70 milhões de doses da vacina da Pfizer. Soma-se a isso seus ataques à vacina Coronavac, a qual ele chamava de vachina, assim como seus seguidores mais piegas.

Os motivos por ele apresentados só fazem sentido para quem não raciocina, o que por si só já seria suficiente para a CPI resultar numa ação mais efetiva.

Na verdade, essa é a resposta mais coerente. O sujeito não age como uma pessoa normal, tem verdadeira atração pela morte, como muitos já aventaram essa possibilidade como algo concreto e definitivo.

Sinceramente, confesso que cada vez mais associo-me a eles. A impressão que Bolsonaro passa não é de normalidade e com históricos explícitos desde quando estava nas Forças Armadas de alguém que jamais poderia assumir qualquer posto de comando, principalmente o de um país.

Soma-se a isso as mais de 400 mil vítimas fatais pela covid e pelos motivos que levaram essa tragédia a se avolumar no Brasil, a ponto de assombrar o planeta. Isso dá a dimensão do estrago monstruoso que uma pessoa sem a menor condição pode produzir quando está num comando estratégico.

Por isso, a meu ver, a CPI não pode abrir mão de colher depoimentos e análises de psicólogos, psiquiatras para avaliar o comportamento doentio de Bolsonaro, porque os fatos falam por si.

Na realidade, Bolsonaro fala pelos fatos em lives, em declarações na imprensa, registradas em áudio e vídeo, revelando que, neste caso, estamos diante de um fato extraordinário, porque como já dissemos aqui, ele negou toda a qualquer possibilidade de prevenção contra a covid sem um mínimo de sentido lógico para um ser humano comum, o que nos leva a crer que seu caso, além de crime de responsabilidade com múltiplas formas de ação, os motivos mais frios, cruéis, desumanos e perversos na sua relação com cada um dos brasileiros que não são parte de sua família.

Bolsonaro jamais mostrou em um olhar, expressão, comportamento ou gesto qualquer empatia com as vítimas fatais e com os que ainda amargam sequelas graves da covid, além dos familiares que sofrem com a perda de seus entes queridos.

Por isso é fundamental esse arremate na CPI para que o país nunca mais coloque uma pessoa com largo histórico de comportamento absolutamente sabotador em nenhum posto de comando, nem mesmo nas casas legislativas.

*Carlos Henrique Machado Freitas

Antropofagista interação – Siga-nos no Watsapp: https://chat.whatsapp.com/C3vFPKeGR4JGwnGrwc6O5F

Siga-nos no Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/H61txRpTVWc7W7yyCu0frt

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68

PIX: 45013993768
Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: