6 de outubro de 2021
  • 22:08 Começam a aparecer denúncias de manipulação do facebook, como anteriormente denunciamos aqui
  • 19:41 Allan dos Santos usou estagiária de Lewandowski como informante a mando de quem?
  • 19:08 Lula é capa do jornal francês Libération que diz “Bolsonaro vai perder”
  • 17:47 Centrão abandona Paulo Guedes que tem convocação aprovada pela Câmara
  • 14:53 espiã infiltrada em gabinete de Lewandowski diz que Alexandre de Moraes tem ‘personalidade sádica’

Há pouco tempo denunciamos aqui no Antropofagista uma prática nefasta do Facebook de, primeiro, transformar em invisíveis as publicações deste blog tanto em sua página na plataforma quanto nas páginas dos administradores. Sem qualquer explicação e ou retorno, simplesmente o Facebook baniu as três páginas.

Não foram poucas as tentativas de pedido de explicação ou restabelecimento das páginas, mas foram inúteis, o que deixa claro que foi uma forma de sufocamento do blog, já que trata-se de uma plataforma de grande circulação.

Duas perguntas ficaram no ar, por que o Facebook fez isso e quem encomendou essa missa?

Logicamente que isso provocou um grande abalo no blog, o que nos levou a intensificar a luta para a recuperação financeira.

Agora vem a confirmação de dentro do próprio Facebook, a partir de uma ex-funcionária que denuncia a prática recorrente de manipulação, melhor dizendo, prática que é padrão para servir aos interesses empresariais da plataforma, claro, visando grupos, como mostra matéria abaixo.

É óbvio que a serviço da esquerda o Facebook não está.

CNN – Frances Haugen, a denunciante do Facebook que divulgou dezenas de milhares de páginas de pesquisa interna e documentos, disse que a empresa de mídia social poderia “destruí-la” por falar, mas ela acreditava que “enquanto o Facebook estiver operando no escuro, ninguém tem responsabilidade sobre ele.”

Haugen acrescentou: “Eu me apresentei porque reconheci uma verdade assustadora: quase ninguém fora do Facebook sabe o que acontece dentro do Facebook.”

A ex- gerente de produto do Facebook de 37 anos que trabalhou em questões de integridade cívica na empresa revelou sua identidade durante um segmento “60 Minutos” que foi ao ar na noite de domingo.

No programa, ela disse que os documentos mostram que o Facebook sabe que suas plataformas são usadas para espalhar ódio, violência e desinformação, e que a empresa tem tentado esconder essas evidências.

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica
Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: