2 de julho de 2022
  • 11:58 Em caminhada com o povo baiano, Lula atrai multidão
  • 10:18 Governo e prefeitura do Rio patrocinam evento evangélico com Bolsonaro
  • 22:11 Datafolha: Lula está na frente no Rio, tem 41% contra 34% de Bolsonaro no 1º turno
  • 19:31 Léo Índio, sobrinho de Bolsonaro, é exonerado por não aparecer para trabalhar
  • 17:59 Irritado, Bolsonaro cancela encontro com presidente de Portugal, por ter se reunido com Lula

A mídia pouco falou, mas além de totalmente isolado no encontro do G20, Bolsonaro estava completamente tomado por uma preocupação, que é a crise econômica inédita provocada por seu governo, que soma inflação com recessão, desemprego com miséria e as duas pontas que mais divergem, a riqueza dos banqueiros e a miséria de grande parcela da população. São essas as questões que estão puxando a corda de seu cadafalso político.

Se Bolsonaro ceder à pressão dos bancos e financistas que não querem sequer ouvir falar em mudança de regras na Petrobras e no teto de gastos estará morto, porque do outro lado há uma nação de mais de 20 milhões de famintos, um número sem fim de desempregados e um horizonte para economia, em pleno ano eleitoral, muito pior do que nos dias atuais.

Para um sujeito que tem um cérebro do tamanho de um caroço de mostarda, não há saída. Mas o nó tático que o próprio Paulo Guedes deu nele, somado à herança deixada por Temer, como o teto de gastos e a dolarização do preço dos combustíveis e, consequentemente, a dolarização de toda a economia, sobretudo dos alimentos, até o idiota do Bolsonaro sabe que, a cada aumento dos combustíveis, automaticamente a inflação dispara e, diga-se de passagem, uma inflação que está totalmente descontrolada. O que, além de afetar os miseráveis, produz ainda mais pobreza, miséria e, por consequência, fome.

Mas sem os votos das camadas mais pobres da população, justamente as mais afetadas por seu governo, nem para o segundo turno ele vai, sai do primeiro direto para a cadeia junto com uma rabiola de filhos bandidos, também conhecidos como clã Bolsonaro.

Então, como resolver essa equação já que Bolsonaro não tem qualquer lastro no grosso da sociedade e que, se contrariar os interesses dos abutres, vira peru e morre de véspera antes mesmo do primeiro turno.

Daí, seu desespero.

 

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica
Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: