12 de novembro de 2021
  • 16:15 Depois de Merval, Andreza Matais, do Estadão, sai como uma nova pérola morista
  • 15:20 O inacreditável Merval Pereira acredita que a voz do candidato à presidência é seu cartão postal
  • 13:25 Governo tentou retardar extradição de Allan dos Santos, mas delegada foi mais rápida
  • 10:29 Afinal de contas, quem está com a razão diante dos crimes de Moro, o STF ou o TSE?
  • 09:52 Moro, o juiz bagunça deu aula de como virar um multivigarista

A direita está mesmo com as tripas de fora.

Essa gente toda parece estar enfrentando um castigo divino e, agora vemos, na cata de eleitores para Moro. a reformulação da estratégia dos barões da mídia.

Se Merval se mete a ser júri de voz de candidatos à presidência da República, a jornalista Prêmio Esso, chefe da sucursal do Estadão em Brasília, move montanhas retóricas para tirar um coelho exclusivo da cartola, porque, segundo a própria, exclusivo é a palavra preferida da gênia.

E foi com essa genialidade de quem andou fazendo curso de logística  com Pazuello, que Andreza Matais deu uma dentada na onça, com a seguinte pérola: “A candidatura de Moro vai tirar Lula da zona de proteção em que se encontra e jogar Bolsonaro para o mesmo lado do petista. Serão dois (Lula e Bolsonaro) contra um (Moro). Começou a nova temporada da política. E ela promete.”

Enfim, depois de assistir na GloboNews Merval estapear o cachorro, deparo-me hoje com o desespero da Prêmio Esso do Estadão ferrando os dentes na fera, mostrando que, em termos de comédia na base da unha, a moça tem muito mais coragem de abraçar o ridículo do que foiceiro Merval.

Detalhe, mesmo sendo escrachada por internautas, a moça diz não sentir nenhuma dor, porque sua fala não é uma opinião, mas uma obviedade, ou seja, está apenas decretando a verdade. E ela jura que não precisa de médico, o que mostra que, em termos de arrotos e berros a esmo, essa turma não está para brincadeira.

É muito amor envolvido.

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: