12 de novembro de 2021
  • 15:20 O inacreditável Merval Pereira acredita que a voz do candidato à presidência é seu cartão postal
  • 13:25 Governo tentou retardar extradição de Allan dos Santos, mas delegada foi mais rápida
  • 10:29 Afinal de contas, quem está com a razão diante dos crimes de Moro, o STF ou o TSE?
  • 09:52 Moro, o juiz bagunça deu aula de como virar um multivigarista
  • 09:24 Paulo Guedes admite que Auxílio Brasil não tem fonte permanente e pode acabar depois das eleições

E não é que Merval Pereira, um dos gargantas que mais relincharam contra o PT e vivia cheio de frenesi com Bolsonaro em 2018, saiu com essa pérola que, se Moro é um oco nas ideias, ele não é mais um defunto político por conta de sua nova voz, aquela trabalhada pela fonoaudióloga da Globo.

Aquele Moro aurifonante não existe mais, ganhou novos modos, o que deixou Merval em sessão permanente de êxtase em sua mais recente aparição na GloboNews.

Toda a magreza intelectual de Moro foi esquecida com os arroubos de eloquência de um Merval apaixonado pelo novo tenor da direita, Sergio Moro, que pode extasiar gerações inteiras e, com isso, trazer um outro ambiente poético para as eleições de 2022.

Bom, não sei com base em quê Merval tirou isso de sua caixola. Pelo que vi, para ser bem preciso, Moro segue com a mesma voz esganiçada e só não é mais anasalada porque ele aprendeu a falar frases curtas para dar um mimo diferente quando ele fala sem respirar.

E o que dizem por aí é que essa missão científica ficou a cargo dos proprietários do mamulengo, os Marinho.

Daí a felicidade de Merval, que teve uma visão daquelas que ficarão por uma longa temporada em primeiro lugar no quesito anedotas de um pelego do jornalismo nativo.

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: