14 de agosto de 2022
  • 18:32 Bolsonaro diz que rachadinha é ‘meio comum’
  • 17:38 Por interferência, delegado do caso Milton Ribeiro pede ao STF a prisão da cúpula da PF
  • 16:52 Vídeo: Em entrevista, advogado do “hacker” Delgatti, conta como foi encontro com Zambelli
  • 15:55 Em vídeo, Lula se compromete a manter Auxílio Emergencial permanente
  • 15:04 As eleições começam no dia 16 com Lula na TV falando com o povo

A trairagem é uma das miudezas que compõem a personalidade de Bolsonaro. Por isso, quando o assunto é jogar o compadre aos leões, não é um ponto que possa ser justificado pela nova realidade política que a mais recente pesquisa Ipec revelou.

Mas mesmo sendo a traição um dos principais mandamentos da cartilha de Bolsonaro, o pavor de qualquer coisa que possa somar para Lula, mesmo que de maneira abstrata, tem que ser rapidamente extinguido pelo Palácio do Planalto depois de uma sessão do júri que avalia, minuto a minuto, cada passo que os rumos da eleição presidencial tomam.

O que corre a boca miúda é que o delito cometido por Fernando Bezerra, um dos principais escudeiros de Bolsonaro na CPI do genocídio, foi não ter voto suficiente para enfrentar Kátia Abreu que, segundo julgou o clero palaciano, caso ganhasse, fortaleceria imediatamente Renan Calheiros e, por osmose, segundo os sábios do Planalto, ajudaria a soprar as caravelas de Lula rumo à vitória em 2022.

Lógico que a justificativa mal-ajambrada não convenceu Bezerra que anunciou seu abandono da liderança do governo no Senado, achando melhor fazer parte do clube da ralé depois de ser mais um membro compulsório do clube dos traídos por Bolsonaro.

Mas está longe de ser só este pequeno detalhe a revelar os sentimentos de pavor que palpita no mundo do clã, com a possibilidade cada vez mais concreta de Lula vencer no primeiro turno.

Da cabeça estapafúrdia do general Heleno, que tem um raciocínio que tirou férias há muitas décadas, agora aparece com uma pérola em busca de produzir uma guerra de nervos oferecendo com aquela patética e costumeira eloquência do general, um golpe de Estado como solução definitiva para impedir a volta de Lula ao poder e sustentar, na base da bala contra o povo, uma ditadura bolsonarista.

Isso se chama desespero nu e cru, e quem soprou esse guincho ao general, certamente tem uma fonte inesgotável de patetice que coloca a democracia de ponta a cabeça para tentar frear a derrota humilhante que se agiganta cada vez mais no pé do Palácio do Planalto.

O fato é que toda a direita está se sentindo pelada, até porque ela é uma coisa só. Quem estabeleceu a fronteira entre a terceira via e o fascismo, foi a mídia para tentar entupir de bobagens a cabeça do eleitor fazendo de conta que os principais nomes dessa charanga neoliberal não foram parte do governo ou aliados de Bolsonaro em 2018, como se as pessoas não se recordassem de nada do aconteceu de 2018 em diante nesse país.

Então, o que se verá cada vez mais, porque o governo mantém uma sondagem, segundo a segundo, do humor do eleitorado, é um barata voa com ainda mais baratas saindo do esgoto para zunir e não produzir qualquer solução para a tragédia que caminha a passos largos contra os fascistas, ao contrário, tudo aponta para um dos resultados eleitorais mais trágicos da história da direita brasileira, porque, de boiada, os fascistas serão arrastados por um tsunami que abarcará a todos os ex e os atuais aliados de Bolsonaro sem que se tenha qualquer margem de manobra além da bufania de um general caduco que nem lexotan dá jeito.

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197
Operação: 1288
Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: