22 de maio de 2022
  • 16:23 Não sei se Duvivier foi bem no debate, mas sei que Ciro foi mal
  • 11:15 Sem abrir vagas suficientes, prefeitura deixa 15 mil pessoas no frio das ruas de São Paulo
  • 10:12 Elon Musk: “Vamos dar golpe em quem quisermos! Lide com isso”
  • 21:34 Vídeo: A visita de Elon Musk trouxe algum benefício ao Brasil? Baixou preço dos alimentos e combustíveis?
  • 18:54 BlackFace: Ana Maria Braga interrompe programa na Globo por ato racista

Nada é tão ruim que não possa piorar.

Esse está sendo o lema da mídia na cobertura da guerra entre Rússia e Ucrânia. Mas ninguém pode se abster de dizer que a Globo, mais especificamente a GloboNews cumpre o papel mais escroque da televisão brasileira.

É cinismo em estado puro. É manipulação da primeira à última frase. Pior, há uma censura escancarada de qualquer notícia ou fala do lado da Rússia de alguns representantes do governo Putin.

Na verdade, não se sabe o que é mais patético, se a demonização de Putin ou a divinização de Zelensky.

Pior ainda foi a infantilização das fábulas criadas pelos comentaristas, Guga Chacra e Jorge Pontual, que pareciam dois pré-adolescentes deslumbrados e cheios de fantasias na hora de comentar ou definir os personagens centrais desse conflito.

Nunca o jornalismo da GloboNews foi tão pouco profissional, até para seu histórico de manipulação, porque, além de tudo, seus jornalistas passaram a fabricar histórias medíocres tratando o público, a quem chamam de assinantes,  como se todos fossem dementes, pior do que Bolsonaro trata o gado dele em seu chiqueirinho.

É difícil definir o que acontece na GloboNews de tão baixo e rasteiro que essa gente chegou.

E justiça seja feita, Marcelo Lins teve que se desdobrar para dar um mínimo de paridade, muito mais pela crítica aos dois lados que qualquer outra coisa.

O momento crucial da manipulação foi quando o ministro das Relações Exteriores da Rússica, Serguei Lavrov falava na ONU, a GloboNews simplesmente cortou a fala e a imagem para dar holofote ao representante do Pentágono, o que deixou claro, já que ele falava em nome não só do Pentágono, mas sobretudo da OTAN, é que a Ucrânia, nessa guerra, é uma mera bucha de canhão do imperialismo americano.

Ninguém esperava que a americanófila Globo, que no Brasil não passa de uma sucursal do departamento de propaganda fascista do império que ela agisse de maneira imparcial, mas nunca chegaram a esse nível de canalhice e subserviência total aos Estado Unidos.

Com certeza, isso entrará para a história como o dia em que a Globo não teve a mínima vergonha de escancarar que os Marinho não passam de três porquinhos servindo de lacaios aos interesses norte-americanos.

Siga-nos no Telegram

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197
Operação: 1288
Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: