18 de maio de 2022
  • 10:54 A cada show, a onda cresce: “olê, olê, olá, Lula” e “fora Bolsonaro”
  • 09:23 Bolsonaro ajuíza processo contra Moraes no STF por abuso de autoridade
  • 22:29 Privatização da Eletrobras: ministro do TCU Vital do Rêgo dirá em seu voto que estatal está sendo ‘saqueada’
  • 21:31 Bolsonaro segue dando o golpe do golpe para não falar da inflação descontrolada que está massacrando o povo
  • 18:48 CASSADO: Alesp cassa mandato do deputado Mamãe Falei, Arthur do Val, que fica inelegível

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi recebido em Salvador, na Bahia, hoje com vaias, xingamentos e cobranças de estudantes no Senai Cinematec (Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia).

Com a chegada do presidente, os alunos fizeram um coro de “Ei Bolsonaro, vai tomar no cu” e “Fora, Bolsonaro”. Alguns estudantes gritavam pela volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao poder.

Outro vídeo mostra pessoas vaiando e pedindo que Bolsonaro “use máscara” em meio a pandemia da covid-19.

A agenda do presidente indica que ele ficará em Salvador até às 19h30 de hoje. Mais cedo, o chefe do Executivo foi homenageado com a medalha do mérito indigenista, concedida pelo ministro da Justiça Anderson Torres.

Criada em decreto de 1972, ela é dada “como reconhecimento pelos serviços relevantes em caráter altruísticos, relacionados com o bem-estar, a proteção e a defesa das comunidades indígenas”. Entre os condecorados anteriores, estão o cacique Raoni, o primeiro deputado federal indígena, Mário Juruna, e o sociólogo Darcy Ribeiro.

Bolsonaro, porém, não reconheceu uma terra indígena desde o início do governo, em 2019, como prometeu em campanha, defende exploração de minério em território protegido, e já disse que “índio é pobre coitado”. Ele também já foi denunciado duas vezes pela Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) pela prática de “política anti-indígena”.

A coordenadora da entidade, Sonia Guajajara, afirmou que vão entrar com ação judicial para anular a medalha. “É totalmente inaceitável. Estou muito indignada com esse cinismo”, escreveu nas redes sociais.

*Com Uol

Siga-nos no Telegram

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso.

Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência: 0197

Operação: 1288

Poupança: 772850953-6

PIX: 45013993768 – CPF

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: