25 de janeiro de 2021
  • 12:48 Golpe do Golpe: Presidente da Eletrobras pagou R$ 2 milhões para que falassem mal da própria empresa
  • 10:38 Em uma semana, Dilma tratora os hipócritas Dória e Miriam Leitão e, de lambuja, detona a Globo
  • 09:51 Na tentativa de ficar de pé, Bolsonaro apela para a Globo
  • 09:11 A arapuca em que as Forças Armadas se meteram não é pequena não
  • 21:05 Reconhecimento de recusa de oferta da Pfizer amplia críticas à atuação de Bolsonaro na pandemia

“Essa luta e essa vitória não me pertencem. São de todas nós, mulheres. Pela dignidade das mulheres brasileiras”, disse a deputada.

Jair Bolsonaro tem 15 dias para indenizar a deputada Maria do Rosário (PT-RS), após determinação da Justiça. A decisão manda que o presidente cumpra a obrigação de retratação pública e indenização por danos morais em favor da parlamentar, de acordo com informações de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.

Em 2014, Bolsonaro declarou que a deputada não merecia ser estuprada porque ele a considerava “muito feia” e porque ela “não faz” seu “tipo”.

Em vídeo, Maria do Rosário comemorou o resultado. “Meus amigos e minhas amigas. Sobretudo minhas amigas. Eu quero cumprimentar todas vocês e comemorar junto a vitória que tivemos. Esta tarde eu recebi a notícia que, finalmente, a sentença será cumprida, aquela que eu movi contra Jair Bolsonaro”, disse.

“Ele deverá pagar agora a sentença e terá de se retratar nas redes sociais e em todos os espaços que usou de difamação. É uma vitória importante para nós, porque é uma vitória do respeito e da dignidade”, acrescentou.

“Eu sei que todos os dias vocês enfrentam essas mesmas situações. Desrespeito é algo que lamentavelmente é uma marca que existe em nosso país contra as mulheres. Mas nós podemos resistir e apontar umas às outras o caminho para andarmos de mãos dadas. Essa vitória é de vocês. Eu vou pegar esse recurso (R$ 10 mil), quando for depositado, e distribuir para entidades e pessoas que atuam em defesa dos direitos da mulher. Essa luta e essa vitória não me pertencem. São de todas nós, mulheres. Pela dignidade das mulheres brasileiras”, completou.

 

 

 

 

*Com informações da Forum

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: