20 de setembro de 2020
  • 17:24 Vídeo – Fora Bolsonaro! O grito da jogadora de vôlei Carol Solberg após conquista de medalha
  • 15:45 Por que o Roda Viva de Vera Magalhães entrevistará FHC e não Lula?
  • 13:58 Allan dos Santos comandava reuniões com deputados golpistas do PSL e pedia ‘intervenção militar’
  • 12:29 Crivella muda o tom sobre a pandemia e diz que, ‘momento é preocupante’
  • 11:23 A inacreditável incapacidade de interpretação do livro “Macunaíma, o herói sem nenhum caráter”

Fagner, o mesmo que se arrependeu de ter apoiado Aécio Neves, agora, se diz frustrado com o governo Bolsonaro. De erro em erro, um dia aprende.

Em entrevista a Pedro Bial o cantor cearense disse, “frustra um pouco. Passa a impressão de amadorismo”. Pois é, um pouco tarde. Fagner, que votou em Ciro Gomes no primeiro turno e apoiou Bolsonaro no segundo, inclusive trabalhando na campanha do capitão, disse “eu também queria essa mudança aí”.

Ao mesmo tempo em que criticou o governo Bolsonaro, teceu elogios ao Ministro da Justiça, Sergio Moro, a quem já dedicou uma música.

A respeito de Bolsonaro, o cantor concluiu, “Ele não disse que é presidente de todos os brasileiros? Então não é o momento de ficar provocando, ele já fez isso na campanha”.

Não tem aquele ditado, é errando que se aprende, mas parece que, no caso de Fagner, não se aplica.

 

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: