3 de março de 2021
  • 22:50 Mensagens inéditas revelam como Lava Jato construiu uma farsa contra Vaccari para tentar chegar a Lula
  • 19:48 Brasil tem novo recorde de mortes por covid, 1.726 em um dia, enquanto Bolsonaro, sem freios, sabota a vacinação
  • 17:14 Promotora que declarou apoio a Bolsonaro vai para unidade que investiga Flávio
  • 16:03 Editor da revista Piauí questiona Moro sobre mansão de Flavio Bolsonaro: “casa de traficante da Netflix”
  • 14:54 Procuradores da Lava Jato admitem, denúncias do triplex e sítio eram capengas

Nesta terça-feira, (24), o mundo conhecerá a bactéria fascista que saiu do laboratório neoliberal brasileiro. Quando a ONU se deparar com as consequências que a ganância capitalista pode gerar na figura de Bolsonaro e seus generais sem farda, chegará à conclusão de que o neoliberalismo é capaz de produzir o que existe de pior na raça humana.

Não há a menor chance de Bolsonaro frustrar seu rebanho. A tragédia anunciada está garantida. Bolsonaro dará um vexame internacional tão grande que será notícia em todos os recintos da ONU e projetado ao mundo pela imprensa internacional como o monstro da lagoa amazônica, o ovo da serpente neofascista subordinado ao grande capital e às milícias rurais e urbanas que pretendem desintegrar a Amazônia para expansão da grilagem, dos madeireiros, da agropecuária, da exploração de minério e todo um panorama de possibilidades de exploração comercial do conjunto de “zonas produtoras” dos grandes mercados e seu apetite pelo lucro desmedido.

Sim, essa baiuca chamada Bolsonaro, qua aponta suas armas contra o planeta é um arsenal de estupidez e usará o dialeto terraplanista para multiplicar suas asneiras. Bolsonaro, depois das luzes sobre sua fala, sairá da ONU morto e enterrado politicamente, envenenando a imagem do Brasil na mesma intensidade em que aplaude o envenenamento dos rios brasileiros com agrotóxicos.

A imagem de Bolsonaro depois da ONU será igualada a dos grandes facínoras da história. Seu assento central ao lado de grandes monstros da humanidade está garantido, até porque isso está na natureza, no instinto do próprio neofascista.

Bolsonaro sairá da ONU em pedacinhos, formando uma imagem de um mosaico que representará a própria escultura do terror, do horror, do pesadelo, das sombras, da besta-fera, do beijo dos demônios. E um coral gigantesco de jornalistas internacionais mostrará ao mundo o perigo que Bolsonaro representa para o planeta.

 

Por Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

2 COMMENTS

  1. afonso Schroeder Posted on 23 de setembro de 2019 at 10:43

    Congresso Nacional brasileiro precisa ter vergonha na cara este elemento já devia estar afastado e na cadeia (Moro com a quadrilha): Fora Golpistas irresponsáveis, fascistas, ditadores agindo contra o povo são cúmplices da sangria do Brasil parcela de direita podre! Confiamos e agradecemos a INTERCEPT de Glenn Greenwald mostrando a quadrilha lamentável a inércia do (STF)? Esta comprovado que Moro e Danhaol são perseguidores das esquerdas, irresponsáveis faziam conchavos escusos e enganadores do povo descumprindo a Constituição/88, afastamento e cadeia já e o ex-presidente (Lula) liberto e anulado os indevidos processos.

    Reply
  2. afonso Schroeder Posted on 7 de novembro de 2019 at 14:13

    Maldoso disfarçado de “ovelha” no Brasil alem do golpe de estado temos um ditador fascista desgovernando todo Brasil que deve ser deposto com urgência.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: