25 de setembro de 2021
  • 17:31 Estatais de Exército e Marinha são excluídas de auditoria sobre pagamentos de R$ 44 mi acima do teto
  • 14:25 Dossiê: Prevent induziu competição de médicos para ‘bombar’ kit covid
  • 13:23 A bagunça do governo: Registros de casos somem, reaparecem e expõem subnotificação de covid no país
  • 11:20 “Pãozinho milionário” é investigado pela CPI por suspeita de lavagem de dinheiro
  • 09:31 A demissão de Alexandre Garcia na CNN é mais um sinal da erosão do bolsonarismo

O tuitaço é uma reação à confissão de Bolsonaro de que pegou a gravação das ligações da portaria do Condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, onde tem uma casa, para que não fossem adulteradas.

A hashtag #ImpeachmentdoBolsonaroURGENTE amanheceu entre os assuntos mais comentados do Twitter, na manhã deste domingo (3). O tuitaço é uma reação à confissão do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), feita neste sábado (2) para jornalistas, de que pegou a gravação das ligações da portaria do Condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, onde tem uma casa, para que não fossem adulteradas.

“Nós pegamos, antes que fosse adulterada, ou tentasse adulterar, pegamos toda a memória da secretária eletrônica que é guardada há mais de ano. A voz não é a minha”, declarou Bolsonaro.

De acordo com matéria publicada na Fórum neste sábado, um grupo de juristas divulgou uma nota em que alerta para a gravidade da ação do presidente Jair Bolsonaro, que declarou ter confiscado provas sobre a investigação dos homicídios da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Na análise dos advogados, trata-se de reconhecimento de crime.

Veja abaixo alguns tuítes:

https://twitter.com/NegrisoliMaria/status/1190833728215560193?s=20

https://twitter.com/Jocenilda1/status/1190801853707149312?s=20

https://twitter.com/PapaiBozo/status/1190969894084513792?s=20

https://twitter.com/olulalibre/status/1190982445060853760?s=20

https://twitter.com/trombetta360/status/1188460653931122688?s=20

 

 

*Com informações da Forum

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: