20 de janeiro de 2021
  • 13:47 Previdência privada: bancos abocanham até 40% de sua poupança
  • 11:41 Forças Armadas não reagirão contra impeachment de Bolsonaro, diz ex-ministro da Defesa
  • 10:45 Trump deixa a Casa Branca entregando o diploma de trouxa a Bolsonaro
  • 20:20 Sem insumos, por culpa exclusiva de Bolsonaro, Fiocruz adia para março a entrega de vacinas da Oxford
  • 18:44 Impeachment de Bolsonaro: Oposição e movimentos populares se mobilizam com carreatas pelo Brasil

Enquanto nos governos de Lula e Dilma os trabalhadores faziam churrasco todo final de semana, além de ter diariamente no prato a carne bovina e os produtores rurais com uma boa margem de lucro, Bolsonaro comemora agora o super lucro dos produtores e o prato vazio dos brasileiros.

Essa atitude inclassificável mostra que Bolsonaro governa para ampliar de todas as formas o ganho de quem é rico e massacrar o máximo que pode, com perdas, as camadas mais pobres da população brasileira.

Isso parece mais uma tara, como disse o ator Fabio Porchat, “Bolsonaro não governa, ele se vinga”.

É isso, ele se vinga dos negros, dos pobres, dos índios e, agora, até da classe remediada que não tem atualmente condição de pagar o preço exigido pelos açougues até mesmo pela carne de segunda.

Essa perversidade de Bolsonaro que leva o Brasil a uma situação jamais vista, é abonada pela mídia e aplaudida pela elite econômica e pelos tais militares “patriotas”, imagina isso.

No final da fala ele debochou da Venezuela, porém o anticomunista faz de conta que não se submeteu a ficar de joelhos para o Partido Comunista Chinês para comprar a carne brasileira.

https://twitter.com/UOLNoticias/status/1205280639425101825?s=20

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: