28 de julho de 2021
  • 20:50 Corregedoria do MP pede demissão de procuradores da Lava Jato do Rio
  • 19:55 Pesquisa mostra Ciro Gomes, com 3,3%; está dando certinho sua campanha de ódio contra Lula
  • 17:16 Dallagnol e esposa compram segundo apartamento em condomínio de luxo de Curitiba
  • 16:13 A prisão de Paulo Galo e o perigo do juiz da esquina
  • 15:37 Justiça decreta prisão temporária de Paulo Galo, dos Entregadores Antifascistas, por fogo na estátua de Borba Gato

Enquanto nos governos de Lula e Dilma os trabalhadores faziam churrasco todo final de semana, além de ter diariamente no prato a carne bovina e os produtores rurais com uma boa margem de lucro, Bolsonaro comemora agora o super lucro dos produtores e o prato vazio dos brasileiros.

Essa atitude inclassificável mostra que Bolsonaro governa para ampliar de todas as formas o ganho de quem é rico e massacrar o máximo que pode, com perdas, as camadas mais pobres da população brasileira.

Isso parece mais uma tara, como disse o ator Fabio Porchat, “Bolsonaro não governa, ele se vinga”.

É isso, ele se vinga dos negros, dos pobres, dos índios e, agora, até da classe remediada que não tem atualmente condição de pagar o preço exigido pelos açougues até mesmo pela carne de segunda.

Essa perversidade de Bolsonaro que leva o Brasil a uma situação jamais vista, é abonada pela mídia e aplaudida pela elite econômica e pelos tais militares “patriotas”, imagina isso.

No final da fala ele debochou da Venezuela, porém o anticomunista faz de conta que não se submeteu a ficar de joelhos para o Partido Comunista Chinês para comprar a carne brasileira.

https://twitter.com/UOLNoticias/status/1205280639425101825?s=20

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: