14 de julho de 2020
  • 22:41 Vídeo: O banho de sol do Queiroz que custou uma cadeira no STF
  • 19:41 Mutreta de Guedes: Glauber Braga quer detalhes da carteira de crédito de R$ 2,9 bilhões do BB para o Banco Pactual
  • 18:00 “Nem o pior ministro da Saúde fez o que Exército está fazendo, desmontando a engrenagem do SUS”
  • 15:57 Cúpula militar se manifesta contra as verdades ditas por Gilmar Mendes
  • 14:41 Não é hora de perdoar a Globo

A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann e o deputado federal, Paulo Pimenta, denunciam nesta quarta-feira (19), através de suas redes sociais, que Sergio Moro tentou enquadrar Lula na lei de Segurança Nacional, através de audiência na Polícia Federal, por conta de declarações do ex-presidente a respeito das notórias relações do governo com milicianos.

Segundo informam os parlamentares, Lula prestou depoimento na sede da Polícia Federal, em Brasília, em função de solicitação de Sergio Moro.

Os parlamentares denunciam que Moro age como um “jagunço” e classificam a ação do ministro como “inacreditável”.

 

*Com informações do 247

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. José Cesar Pereira Posted on 19 de fevereiro de 2020 at 17:28

    No Brasil do Golpe Continuado e da Organização Criminosa e Terrorista da Lava Jato Parcial a PF funciona como massa de manobra política do ex-juiz, espião e traidor Moro. Moro que após sequestrar Lula, rasgou sua toga suja e e infiltrou como ministro premiado por ter, em conluio com o STF de Exceção Militarizado, mantido Lula um preso político no “bando de loucos bozonaristas”. Como mais um canalha do bando dos fascistas, milicianos e psicopatas do clã corrupto do laranjal de Bolsonaro, Moro se transformou em um “capanga da milícia” relacionada intimamente com Bolsonaro e sua família. O depoimento de Lula a PF é mais uma aberração fascista de perseguição contra Lula que acabou de retornar ao Brasil após seu encontro histórico com o papa Francisco.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: