28 de julho de 2021
  • 09:31 Financial Times: Só commodity não levanta o Brasil de volta
  • 08:56 Receita Federal vê movimentação financeira suspeita de Ciro Nogueira e cobra R$ 17 milhões por sonegação
  • 20:46 TRE de São Paulo absolve Fernando Haddad de acusação de caixa 2 eleitoral
  • 19:27 Vídeo: Zezé Di Camargo convoca o gado para defender o voto impresso
  • 17:20 Gilmar manda PGR se manifestar sobre investigação contra Braga Netto

Banco Central entra de sola no câmbio e queima reservas deixadas por Lula e Dilma para conter explosão do preço do dólar já que o real foi a moeda que mais se desvalorizou no mundo frente à moeda dos EUA durante esse 1º ano do governo Bolsonaro.

Ibovespa cai 4,41% e chega a perder os 98 mil pontos

No mercado de juros futuros, contratos têm novo dia de forte alta, enquanto BC volta a atuar no câmbio

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 tem forte alta de 13 pontos-base, a 4,57% e o DI para janeiro de 2023 avança 15 pontos-base a 5,25%.

O DI mais longo, para janeiro de 2025, operava com ganhos de 15 pontos a 6,17%.

Disparada do dólar

Após o dólar atingir uma nova máxima histórica, chegando a R$ 4,66 mesmo após o Banco Central oferecer US$ 3 bilhões em leilões de swap, a autoridade monetária ofertou mais 40.000 contratos nesta sexta-feira, equivalentes a US$ 2 bilhões.

Guedes é a própria tranquilidade de quem tem uma grande reserva deixada por Lula e Dilma:

“O câmbio preocupa quando sobe rápido, mas, para isso, o Banco Central (BC) atua. “Está provendo boa liquidez”.

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Pingback: Bolsa desaba e Bozo torra reservas deixadas por Lula e Dilma para segurar o dólar e salvar seu pescoço  – Brasdangola Blogue
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: