22 de setembro de 2020
  • 17:51 Bolsonaro precisa decidir se o Brasil é cristofóbico ou é cristão conservador, os dois não dá
  • 14:02 Fux mostra a que veio
  • 13:01 Opinião unânime no mundo: Bolsonaro envergonha o Brasil na ONU
  • 12:01 Bancos servem a oligarcas, traficantes e terroristas em explosão de lavagem de dinheiro
  • 11:07 Agora o clã Bolsonaro tem um judiciário para chamar de seu

O site do jornal o Globo anunciou há pouco a decisão de Bolsonaro em demitir Mandetta.

Assim Bolsonaro rompe o pacto cívico e parte para a selvageria contra a população brasileira.

Sua posição em defesa do lucro já era conhecida. Seus ministros dão satisfações ao vivo não à população, mas à XP Investimentos, mostrando que Bolsonaro não tem o menor compromisso com nada que não seja o mercado, sobretudo o financeiro. E o cara ainda fala na volta ao trabalho quando, na verdade, prestigia sempre os interesses dos parasitas do país. Gente que não produz nada , que não planta um único grão e não fabrica coisa alguma e vive somente de especulação e de agiotagem às custas do povo, principalmente os pobres que hoje estão representados cada vez mais por uma parcela gigantesca de precarizados vivendo de bicos, vendendo o almoço para comprar a janta.

Mandetta está longe de ser um político com brilho próprio, sempre esteve a serviço dos interesses do mercantilismo da saúde, mas entendendo o recado da sociedade ao governo, assumiu o lado oposto ao de Bolsonaro, apoiando a quarentena proposta pela Organização Mundial da Saúde.

E Bolsonaro, com a demissão de Mandetta, dá um bico na OMS e em outros organismos internacionais, agindo como imperador do Brasil, imaginando que presidência da República lhe deu super poderes para ser o dono e não o chefe de Estado da nação.

Osmar Terra já vinha urubuzando a cadeira, já que não tem o menor escrúpulo em mostrar que age como um mercenário qualquer. E fará tudo o que for possível para que Bolsonaro sinta-se satisfeito com o seu trabalho contra o povo e que o instinto assassino de Bolsonaro e de seus filhos delinquentes sejam saciados.

Com isso Bolsonaro vai contra o povo, o STF, o Congresso e o exército que, ainda ontem, publicou um manifesto a favor da quarentena.

A conferir o que vem pela frente, mas boa coisa não é.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: