21 de setembro de 2020
  • 15:04 Moro e Aécio: destruíram o país e morreram abraçados
  • 17:24 Vídeo – Fora Bolsonaro! O grito da jogadora de vôlei Carol Solberg após conquista de medalha
  • 15:45 Por que o Roda Viva de Vera Magalhães entrevistará FHC e não Lula?
  • 13:58 Allan dos Santos comandava reuniões com deputados golpistas do PSL e pedia ‘intervenção militar’
  • 12:29 Crivella muda o tom sobre a pandemia e diz que, ‘momento é preocupante’

Revelar os absurdos de Bolsonaro sem incluir nisso a parceria de Moro, é produzir informação literalmente com meias verdades.

Na guerra entre os vermes, Globo mostra os crimes de Bolsonaro e omite os de Moro. Exatamente como fez na Vaza Jato.

Quanto mais Moro mostra as sujeiras de Bolsonaro, mais mostra como foi sujo quando condenou Lula para esse lixo virar presidente

Os exames de Bolsonaro são mais fake que a mamadeira de piroca. Mas se Moro ainda estivesse no governo, ele, com certeza, avalizaria esses exames como avalizou o depósito de Queiroz na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Para a farra com cartão corporativo de Bolsonaro, Moro não hesitaria em endossar o chefe se ainda fosse ministro do governo miliciano. Alguma dúvida?

Por trás da pose de delator que a Globo está vendendo de Moro, há um ex-cúmplice misericordiosamente afinado ideologicamente com Bolsonaro.

A Medida Provisória de Bolsonaro que impede a punição de agentes públicos, incluindo ele, que negligenciarem o combate à pandemia é decalcada da excludente de ilicitude de Moro.

Assim, se ainda fosse ministro, Moro passaria o pano para Bolsonaro com salva de palmas.

O fato é que Bolsonaro é um chefe de máfia que está usando a presidência da República para proteger criminosos que, até dias atrás, tinha Moro como principal capanga da milícia, como bem disse o deputado Glauber Braga.

A estratégia de transferência de culpa dos crimes de Moro com Bolsonaro apenas para Bolsonaro, tem sido o grande esforço da Globo.

Moro e Bolsonaro cortaram relações há uma dúzia de dias.

As confissões de Bolsonaro não são os únicos crimes gravados na reunião ministerial que a Globo cobra.

É só liberar vídeos das reuniões anteriores que veremos Moro batendo bumbo com Bolsonaro em outros crimes.

Os vídeos de todas as reuniões deveriam ser liberados e disponibilizados na Netflix. Assim, boa parte da população poderia ver a verdade, sem edição de imagem feita pela Globo para livrar a cara de Moro.

Outro detalhe importante, se o vice-presidente Mourão está no vídeo, deveria ser enquadrado como cúmplice.

Não é sem motivos o apoio no artigo de Mourão a Bolsonaro hoje.

Mourão escancara que não tem qualquer compromisso com a democracia e, ao contrário do que tenta passar, não pode ser alternativa para substituir Bolsonaro.

A verdade é que Moro, vendo que o prazo de validade de Bolsonaro está se esgotando, pulou fora do barco, assim como fazem os ratos, um deles a globo está tentando transformar no novo rei. Mourão sabe disso e está reagindo.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

2 COMMENTS

  1. Pingback: Na guerra entre os vermes, Globo mostra os crimes de Bozo e omite os do Marreco  – Brasdangola Blogue
  2. Afonso Schroeder Posted on 15 de maio de 2020 at 07:11

    Criminoso em liberdade? TVs (Globo) falta mostrar toda verdade do ex-juiz descumpridor da CF/88 condenou o ex-presidente (Lula) S/atos ilícitos e virou “ministro de segurança” tudo apontado pela INTERCEPT. Onde estão as emissoras TVs na divulgação do criminoso “Moro”.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: