13 de junho de 2021
  • 21:51 Brizolistas encontram-se com Lula: “Trabalhismo de verdade se soma à luta de Lula e do PT na defesa dos direitos do povo”
  • 20:11 Militares planejam se manter no poder ‘com ou sem Bolsonaro’, diz coronel da reserva
  • 17:24 Policiamento de motociata de Bolsonaro custou R$ 1,2 milhão, diz governo
  • 16:04 Lula já prepara um novo bombardeio contra Moro nos tribunais
  • 14:24 Vídeo – Lula garante derrota do “genocida que está no poder” em 2022

Moro e Dallagnol não chegariam aonde chegaram se o caminho que trilharam para destruir o Brasil não estivesse tão apodrecido quanto os dois.

Moro e Dallagnol são resultado de um amesquinhado sistema de justiça que é feito por quem se acha parte da nobreza, da classe mais poderosa, do predomínio da ambição. Isso escancara o que o desequilíbrio social pode fazer ao corromper as instituições.

Esse clero judicial, cada vez mais abastado e opulento, tem em sua história uma posição política de colônia enraizada na própria natureza institucional. E se ela não pode se igualar aos milionários, junta-se a eles para perpetrar a história de que justiça no Brasil só é “eficiente” contra pobres, negros e desvalidos.

O que há de novidade no andar do tempo é que o judiciário, assim como a mídia, passou a ser parte do clube dos banqueiros e não se importa em mergulhar o país no caos para beneficiar o sistema financeiro dentro de um sistema judicial corrompido. A amostra clara disso é a própria Lava Jato que existe para tirar o peso político das escolhas da sociedade e criar situações que coloquem no poder alguém ou algum grupo que atenda aos interesses dos agiotas desse país.

Não foi isso que vimos como resultado da Lava Jato?

Isso está cada dia mais claro como uma fratura exposta, como vimos ontem no julgamento de Dallagnol que entrará para o lixo da história como o elefante dourado que produz verdadeiros milagres para salvar quem, sob o manto da legalidade, comete as maiores barbaridades em benefício de um sistema maior que se apoderou do país.

Como a sociedade vai lidar com isso, não se sabe, mas o que se tem certeza é de como isso está se tornando uma situação insuportável e insustentável pelas consequências nefastas que produziu no país o efeito de terra arrasada, depois do golpe em Dilma, para atender exclusivamente aos interesses de quem acha que é dono do Brasil.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

 

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Robinson Sobreira Posted on 26 de agosto de 2020 at 20:00

    Senhores YOUTUBES E BLOGUEIROS, é extremamente necessário entender e divulgar que este Golpe começou em 1988, para que tudo seja estornado das mãos dos Gringos Receptadores financiadores do Golpe :
    .
    BRASIL o quintal dos E.U.A desde 1964.
    Em 1988 FHC recebeu ordem da CIA para fundar um Partido só com Entreguistas que odeiam o Brasil, e que enfias-se jovens do PSDB e da laia da Direita nas inscrições e nos resultados dos concursos que fizeram, para formar um paredão jurídico de proteção total ao PSDB nos casos PRIVATARIA,BANESTADO, LAVAJATO, Impeachment, anulação de LULA e ainda ajudar a colocar qualquer um Presidente entreguista vira-lata de Direita, para levar o País à falência e ao caos total. E estes Jovens estão todos hoje na Lavajato e TRF-4. Observem, pesquisem e entendam e divulguem assim.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: