10 de novembro de 2021
  • 09:42 Pesquisa mostra Lula mais perto da vitória no primeiro turno
  • 09:03 Para a mídia, Lula virou uma batata quente, e não sabe como segurá-lo
  • 22:01 PEC dos precatórios: Câmara aprova texto em 2º turno
  • 18:05 STJ aceita recurso de Flávio Bolsonaro e anula decisões e provas da investigação das rachadinhas
  • 17:16 STF forma maioria para suspender emendas do orçamento secreto

Não há qualquer surpresa na possibilidade de Lula vencer no primeiro turno. Isso já estava desenhado em 2018, pois, mesmo preso por um juiz crápula que foi reconhecido pelo STF como trapaceiro, Lula continuou crescendo nas pesquisas de intenção de voto. Moro, por sua vez, utilizou a toga de maneira vigarista para prender Lula, dar a vitória a Bolsonaro, ser ministro e construir degraus políticos para o que hoje ele é, candidato a presidente da República.

Num país com justiça séria, Moro estaria preso, o que não é o caso do sistema de justiça no Brasil.

O fato é que, Lula, segundo pesquisa Quaest, está a dois passos de vencer a eleição no primeiro turno com 48% das intenções de voto.

Segundo a pesquisa divulgada pela CNN, a distância de Lula para Bolsonaro, chega 48% a 21%, o que significa 27% de diferença. Ou seja, só a diferença já é muito mais do que percentual de votos de Bolsonaro.

Trocando em miúdos, Lula tem mais do que o dobro de votos do genocida. Não bastasse, Ciro terá que rever sua estratégia camicase de atacar Lula na base do barata voa, porque Moro vem em 3º lugar com 8% já ultrapassou Ciro que caiu para 6%. Isso deixa claro que a estratégia adotada pelo marketeiro João Santana é tão eficiente quanto a logística do grande general Pazuello que se transformou em piada nacional.

Ainda é cedo para afirmar que Lula dará um passeio já no primeiro turno. Afinal, Bolsonaro tem a caneta e os cofres da República nas mãos e vai utilizar todos os subterfúgios para tentar emplacar ou pelo menos reduzir a força eleitoral de Lula onde ela mais significativa, utilizando um programa sordidamente eleitoreiro, que o Auxílio Brasil, que termina justamente no dia seguinte da eleição.

O vigarista do Bolsonaro sequer disfarça, é um projeto engana trouxa. Pelo menos é essa a intenção do que está sendo, lógico, informado para os beneficiados para que não tenham qualquer esperança de continuidade do programa caça-votos.

O que tem que ser lembrado é que a possibilidade de Lula vencer no primeiro turno só reflete o peso político de um presidente que, após dois mandatos, deixa o Palácio do Planalto com 87% de aprovação e apenas 3% de reprovação.

 

Caros Leitores, precisamos de um pouco mais de sua atenção

Nossos apoiadores estão sendo fundamentais para seguirmos nosso trabalho. Leitores, na medida de suas possibilidades, têm contribuído de forma decisiva para isso. Agradecemos aos que formam essa comunidade e convidamos todos que possam a fortalecer essa corrente progressista. Seu apoio é fundamental nesse momento crítico que o país atravessa para continuarmos nossa labuta diária para trazer informação de qualidade e independência.

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica

Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Carlos Henrique Machado

Compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: