28 de julho de 2021
  • 21:29 Pesquisadora encontra carta de Bolsonaro publicada em sites neonazistas em 2004
  • 20:50 Corregedoria do MP pede demissão de procuradores da Lava Jato do Rio
  • 19:55 Pesquisa mostra Ciro Gomes, com 3,3%; está dando certinho sua campanha de ódio contra Lula
  • 17:16 Dallagnol e esposa compram segundo apartamento em condomínio de luxo de Curitiba
  • 16:13 A prisão de Paulo Galo e o perigo do juiz da esquina

Com inquérito aberto há cerca de um mês, Dallagnol se nega a entregar o celular à PF para perícia por suposta invasão de hacker.

O procurador Deltan Dallagnol, chefe da operação Lava Jato no Ministério Público Federal e um dos protagonistas das conversas entre ele e o ex-juiz Sergio Moro, vazadas e publicadas pelo Intercept Brasil, disse que não vai entregar o celular para ser periciado.

Fundador do site The Intercept, que está divulgando o conteúdo das mensagens – que teria sido fornecido por fonte anônima, o jornalista Glenn Greenwald comentou a recusa de Dallagnol no Twitter: “Nós todos sabemos porque”.

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. afonso Schroeder Posted on 21 de julho de 2019 at 23:21

    Enganadores que prejudicaram milhões de brasileiros afastamento e cadeia já.:Onde esta a “justiça STF” da direita do Brasil: Brasileiros de verdade sabem separar o “joio do trigo”: Estamos com Glenn Greenwald da INTERCEPT, brasileiros confiam e acreditam nas suas informações quanto a perseguição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da silva (Lula) por alguns “juízes e promotores”que é inocente e deve ser colocado em liberdade e anulado os processos indevidos pela parcela da “justiça honesta brasileira” e os descumpridores da constituição/88 devem ser afastados e pagar por seus atos ilícitos praticados contra (Lula).

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: