18 de setembro de 2021
  • 12:11 Governo Bolsonaro é criticado pela ONU por esvaziar proposta contra vigilância ilegal
  • 10:15 Ana Paula do Vôlei, a bela bruxa da maçã envenenada
  • 09:12 Fachin cobra de Aras nova manifestação sobre denúncia contra Arthur Lira
  • 21:13 Técnicos do Ministério da Saúde ameaçam renúncia coletiva se Bolsonaro não recuar na vacinação de adolescentes
  • 18:29 Vídeo: Com a onda bolsonarista de ódio contra a China, o resultado é este: Homem joga bomba no consulado da China

Durante a realização da cúpula, boa parte dos governadores deve criticar a desastrosa política ambiental imposta pelo governo.

Em reação à postura do governo de Jair Bolsonaro em relação ao 11º Sínodo da Amazônia, o Vaticano marcou para o dia 28 de outubro a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan Amazônia.

O encontro, com a presença do Papa Francisco, foi marcado depois de um pedido conjunto dos governadores de estados brasileiros, que formam a chamada Amazônia Legal. A cúpula será realizada um dia após o encerramento do Sínodo, na Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano.

O Sínodo vem recebendo diversas críticas do governo e da comunidade evangélica. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, comandado pelo ministro general Augusto Heleno, revelou preocupação com “alguns pontos da pauta”, incluindo questões de “soberania nacional”. Em tom de acusação, o governo diz que o evento representa a “esquerdização” da Igreja.

Os países da Pan Amazônia são Brasil, Colômbia, Equador, Bolívia, Peru, Venezuela, Guianas e Suriname. Nove estados brasileiros integram a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima e parte de Tocantins, Mato Grosso e Maranhão.

Quase todos os representantes brasileiros já confirmaram presença ao evento.

Boa parte dos governadores deve criticar a desastrosa política ambiental imposta pelo governo Bolsonaro.

Oficialmente, o tema para inaugurar a agenda do encontro dos governadores será “Caminhos e Compromissos para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia”.

 

 

*Com informações da Forum/G1

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES

3 COMMENTS

  1. afonso Schroeder Posted on 11 de outubro de 2019 at 14:36

    Bozó tem um pedigree de adjetivos é homem, político, incompetente, ditador, fascista, desastroso, ignorante, perseguidor das esquerdas nocivo aos brasileiros e as nações de todo mundo uma grande parcela de eleitores no Brasil precisa analisar melhor antes de votar “Bozó” é nocivo ao Brasil e as Nações de todo mundo.

    Reply
  2. José Cesar Pereira Posted on 11 de outubro de 2019 at 20:20

    O Papa Francisco é criticado por fascistas do governo do “clã laranja de Bolsonaro”. O Sínodo vem recebendo críticas do governo e de evangélicos. General Heleno, revelou preocupação com “alguns pontos da pauta”, O governo do “clã laranja de Bolsonaro” e de fascistas, milicianos e psicopatas diz o evento representa a “esquerdização” da Igreja. #ForaBolsonaro Tenho certeza de que o Papa quer #LulaLivre pois está do lado da justiça e dos direitos humanos.

    Reply
  3. miradogmanager Posted on 10 de novembro de 2019 at 06:21

    Obrigado por este artigo: muito interessante
    Para quem quiser saber mais sobre o Dia do Evangélico: aconselho a visitar a página http://calendario-feriados-brasil.com.br/quantos-feriados/dia-evangelico/

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: