13 de julho de 2020
  • 09:25 O genocida Bolsonaro aproveita a pandemia e o extermínio de 71 mil brasileiros para entregar o pré-sal
  • 14:52 Pane na latrina: Ana Paula do Vôlei e JR Guzzo se fazem de mortos com a libertação do casal Queiroz
  • 19:12 O Globo quer “perdoar o PT” por ter cometido o crime de tirar 40 milhões da miséria
  • 16:23 O pedido de perdão ao PT pelo Globo é mais um sinal de que a direita faliu e pede socorro
  • 13:58 Procuradores da Lava Jato têm medo porque sabem o que fizeram no sábado à noite, diz Gilmar Mendes

No puxa e estica entre Moro e Bolsonaro, a Globo não ficaria de fora.

Colocou Merval Pereira, o cão de guarda mais adestrado dos Marinho, para assinar a ameaça da Globo a Bolsonaro para que ele não toque num fio de cabelo do candidato deles.

A xaropada assinada por Merval, tem os mesmos palavrórios de sempre. Moro, o herói sem mácula  que nem o Intercept conseguiu fazer arranhão na sua aura santa porque  segundo o Globo  não houve nada de errado nas relações pra lá de promíscuas entre juiz e procuradores e  muito menos  Merval lembrou que Dallagnol  em troca de mensagens com Moro  avisou que  sem publicidade midiática  não seria possível condenar, prender e tirar Lula da disputa eleitoral, já que Dallagnol admitia que não tinha prova alguma contra Lula.

O interessante é que, para a Globo não tinha nada, mas não teve coragem de mostrar as mensagens vazadas em seus telejornais para não sujar a imagem de seu santo do pé de barro.

Na verdade o artigo de Merval é uma prévia de como a Globo venderá Moro, o candidato dos Marinho para a presidência em 2022.

Moro será uma xerox de Collor, o “caçador de marajás” e os Marinho apostam na sua popularidade construída pela Globo para vendê-lo como o “caçador de corruptos”

Seja como for, a Globo mostrou os dentes para Bolsonaro e o chamou de paranoico por querer tirar de Moro a pasta da segurança pública mostrando que está disposta a disparar uma artilharia contra o governo se o objetivo de Bolsonaro for mesmo o de demitir Moro para tirá-lo da disputa em 2022.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

3 COMMENTS

  1. Paula Fernandes Posted on 29 de janeiro de 2020 at 23:55

    Eu so acho que o verbo tá no tempo errado. A Globo vem nesse apoio a candidatura a muito tempo. Nda deixam resvalar no titio Moro. Simplesmente usando a tática de não expor sua imagem mesmo que seu nome seja tocado. Assim como faziam com Lula, expondo-o a cada minuto a palavra corrupção, mesmo que o assunto não fosse ele, as matérias de roubo, corrupção, desvio, sejam lá quais fosse eram seguidas ou antecipadas por algum assunto relativo ao Lula, mesmo na falta de assunto om liagção ao Lula, o nome era enfiado as vezes de forma até grotesca. E assim, se cria uma imagem, de forma indireta. O Moro, vem sendo poupado mesmo qdo o asssunto é ele. A imagem não aaparece ou o nome Ministro da Justiça, e não Moro. E é a autoridade, algo acima, inquestionável, asssim é a referencia. Escancaradamente, pergunto, dá pra vener essa dupla diabólica? Moro e tv Globo?

    Reply
  2. Alvaro Figueiredo Posted on 30 de janeiro de 2020 at 00:19

    Esquece a Globo. Se a Globo dá um peido, todas as mídias alternativas logo repercutem. E assim se perpetua a influência da Globo na opinião pública.

    Reply
  3. Pingback: Globo, em proteção a Moro, ameaça Bozo – Brasdangola Blogue
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: