29 de novembro de 2020
  • 10:23 Pelotão editorial paulista vai à luta pela hegemonia dos restos mortais do tucanistão
  • 20:40 Ibope: Na chegada, Manuela vira em Porto Alegre
  • 19:55 Há chance real de vitória de Boulos, é o que vê diretor do Datafolha
  • 18:50 Vídeo: França explode em protestos contra policiais racistas
  • 17:40 Eduardo Moreira: ‘Boulos reúne características raras de serem vistas juntas’

Lembram das promessas dos economistas da Globo martelando diuturnamente que a economia brasileira deslancharia depois da PEC do fim do mundo e das reformas trabalhista e da Previdência?

Pois bem, esqueçam isso. Depois de uma tragédia econômica que se avoluma dia após dia e atinge  grande parte da população, quele papo de um novo milagre econômico foi substituído pelo ora veja, não é bem assim, a coisa é pior do que imaginávamos, vamos precisar ainda de muitas reformas e a recuperação será lenta e vai demorar mais de uma década.

Trocando em miúdos, a Globo admite que o Brasil está à beira de um abismo.

Guedes, o posto Ipiranga que sabia de tudo, não sabe de nada e o resultado está aí, nem ele sabe mais o que fala, muito menos o cansado Sardenberg que, se antes era um agitador cultural do ‘agora vai’, hoje parece mais um folião do bloco do “eu só” ressaqueado, sentado no meio-fio, sem ter perna para voltar para casa.

Lógico, alguma historinha tinha substituir o discurso da recuperação que se mostrou às avessas. E o Brasil está andando de ré.

E, sem saber o que dizer, a Globo começou a fazer os seus comparativos na base do deixa que eu chuto com aqueles analistas que falam qualquer bobagem que agrade à Globo. Agora, a cantilena passou a ser a de que o Brasil viveu uma década perdida, de 2010 para cá. Ou seja, já abandonaram o discurso de que Lula quebrou o Brasil.

A culpa, agora, é dividida entre Dilma, Temer e Bolsonaro, comparando essa última década à de 1980, quando os militares estragaram o país, levando-o rapidamente a uma recessão e, em seguida a uma hiper inflação, num momento em que Bolsonaro enxerta o governo fracassado de militares petequeiros que abandonaram o clube militar para jogar dominó e carteado na Esplanada dos Ministérios e no Palácio do Planalto.

Foi displicência da Globo ou os Marinho chutaram o pau da barraca, avisando que o circo do mito desmoronou. O Brasil está num buraco negro e dali não sai enquanto os neoliberais estiverem com o apito de comando na boca.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

2 COMMENTS

  1. Cilon Valdez Perusato Posted on 15 de fevereiro de 2020 at 07:53

    Essa equipe econômica é uma piada, esse sionista , o Sardenberg, está completamente patético, é um lambe saco não acerta uma previsão dá pena…

    Reply
  2. José Cesar Pereira Posted on 15 de fevereiro de 2020 at 11:18

    A “Globo dos Golpes” que apoiou a ditadura militar e enganou o povo com mentiras históricas e difamações está totalmente desmascarada. Sua participação canalha no golpe continuado que culminou com uma quadrilha de “bolsonaristas” fascistas, milicianos e psicopatas e militares nos poderes. Sua perseguição implacável e criminosa a Lula durante o “Golpe Continuado”, derrubou a presidenta eleita Dilma, sequestrou e manteve como preso político nosso Estadista Global e melhor presidente do Brasil (que segundo todas as pesquisas venceria ainda no primeiro turno a eleições). Por este crime contra a democracia, o rumo das as eleições de 2018 foi desvirtuado. O conluio com os ministros do STF está claramente identificado. As revelações do Intercept” comprovaram os abusos cometidos pelos procuradores e juízes da Organização Criminosa e Terrorista da Lava Jato Parcial, a serviço dos interesses econômicos e bélicos do império americano. As exclamações e conversas de Moro e Dallagnol como: “A-ha U-hu o Fachin é nosso!!”; “In Fux we trust” e o convite de Barroso (que tem fascínio pelas câmeras dos Marinhos) para um encontro dos gangsters em sua casa, recomendado que fosse “discreto” e diversos crimes cometidos na mostraram confirmam os crimes de Moro e Dallagnol que em conluio com os órgãos de disciplinamento judicial, incluindo o STF militarizado sem “última palavra”. Com Lula impedido, fraudaram as eleições de 2018 também caracterizadas pelas “fake news” geradoras de ódio a Lula (taxado de ladrão, criminoso porque foi preso criminosamente). Haddad e Manuela D’Ávila foram também severamente atacados pelas mentiras, ampliadas pelas mídias enganadoras e pelas delações mentirosas de Palocci, já recusadas pela PF mas liberadas nas vésperas das do segundo turno das eleições. Podemos então entender melhor porque um bando de fascistas, milicianos, psicopatas e generais ocupam o governo. Um “bando de loucos” que avançam com seus métodos fascistas e com os retrocessos assassinos e os crimes lesa-pátria que causarão tamanha desigualdade social e sofrimento ao povo mais pobre que levarão a manifestações, resistências e lutas que deixarão aquelas do Chile no chinelo. Esta catástrofe só poderá ser evitada com a volta da democracia (hoje em vertigem) e da justiça social e judiciária no Brasil. Nunca o Brasil e o mundo precisaram tanto de Lula e do “Poder Que Emana do Povo” que está despertando. Resistência e luta pelo Brasil e pelos nossos direitos constitucionais. Não haverá outra saída. #AForçaDaInocênciaDeLulaVencerá com as bênçãos do papa francisco e a força do povo brasileiro.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: