28 de julho de 2021
  • 10:31 A crença desesperada de Bolsonaro de que o centrão pode salvá-lo do calvário rumo ao cadafalso
  • 09:31 Financial Times: Só commodity não levanta o Brasil de volta
  • 08:56 Receita Federal vê movimentação financeira suspeita de Ciro Nogueira e cobra R$ 17 milhões por sonegação
  • 20:46 TRE de São Paulo absolve Fernando Haddad de acusação de caixa 2 eleitoral
  • 19:27 Vídeo: Zezé Di Camargo convoca o gado para defender o voto impresso

A quantidade de lixões no Brasil disparou depois do golpe em Dilma.

O crescimento médio foi 4,2% ao ano.

Estradas de terra cortam o Lixões de fora a fora e por elas trafegam caminhões abarrotados de resíduos.

O ar é insuportável, devido ao cheiro azedo misturado aos gases provenientes de decomposição de produtos descartados, principalmente domésticos.

É nesse ambiente que milhares de brasileiros buscam sobreviver na miséria que vivem nos dias que correm.

As condições são insalubres, contudo, não impedem a presença de milhares de homens e mulheres que disputam cada metro quadrado dos muitos lixões a céu aberto do Brasil em busca da sobrevivência.

Quem vai olhar para eles nessa hora?

A pandemia de coronavírus não escolhe suas vítimas, mas certamente as maiores vítimas serão os pobres e miseráveis, por serem o principal grupo de risco a partir de sua própria realidade social.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Roland Scialom Posted on 18 de março de 2020 at 18:48

    Bem lembrado, os brasileiros que vivem chafurdando no lixão para sobreviver. Quem pensa neles não são os que se enchem de dinheiro e vivem uma vida de nababos, graças ao modelo de desenvolvimento injusto. Tivemos uma boa oportunidade ao longo dos governos do PT de implementar mudanças significativas nessa questão, mas a oportunidade não foi aproveitada. Agora cabe aos evangélicos dar uma resposta à pergunta. Como os evangélicos não darão nenhuma resposta, qual será o próximo passo? Certamente, o próximo passo não é implementar novamente o que não deu certo com as mesmas pessoas. Por outro lado, não há ninguém capaz de dar uma resposta que não seja demagógica.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: