25 de janeiro de 2021
  • 21:05 Reconhecimento de recusa de oferta da Pfizer amplia críticas à atuação de Bolsonaro na pandemia
  • 19:10 Movimento impeachment já: 53,6% já defendem o impeachment de Bolsonaro, aponta Atlas Político
  • 16:18 Estrangeiros cortam pela metade investimentos no Brasil, diz ONU
  • 14:30 Dilma responde a Miriam Leitão: você e seus patrões foram cúmplices do golpe
  • 12:46 The Guardian: ‘Um massacre completo, um filme de terror’: o desastre de Covid no Brasil

Desde que Lula foi preso pela ditadura, apoiada por Roberto Marinho, a Globo anuncia sua morte política.

Com Collor, que também perdeu apoio do patriarca da Rede Globo, o lero lero da emissora foi o mesmo, anunciar o funeral político de Lula e do PT.

Quando FHC venceu por duas vezes no primeiro turno a eleição para a presidência, a Globo festejou como nunca os restos mortais que ela anunciava tanto de Lula quanto do PT para, na eleição seguinte, Lula e PT tratorarem o PSDB com Globo, com tudo e seguir vencendo essa frente reacionária durante quatro eleições presidenciais seguidas, mesmo a Globo anunciando o fim do governo Lula durante a farsa do mensalão.

Por isso, quando Dilma emplacou a quarta derrota da Globo, colocando os Marinho de joelhos, a Globo partiu para o comando de guerra que golpearia a primeira mulher presidenta do Brasil, numa campanha tão fascista com os ingredientes de misoginia, racismo e preconceito de toda ordem que faz da campanha de Bolsonaro em 2018 uma coisa até boboca.

Bolsonaro, não esqueçamos, foi apoiado pela mesma Globo contra Haddad.

Isso se dá depois que Moro e a Lava Jato, criações genuínas da Globo, condenaram e prenderam Lula que venceria a eleição no primeiro turno, segundo todas as pesquisas, se seu nome não fosse retirado da urna, porque depois de sua prisão, numa clara reação da população contra Moro, Lula teve um crescimento de 17% com toda a propaganda negativa para criminalizar e destruir a imagem a sua imagem no Jornal Nacional.

Isso significa que a Globo é, sem dúvida, uma histórica freguesa por goleada que Lula e o PT lhe impuseram.

Assim, a Globo volta a dar destaques a uma suposta derrota política do PT nessas eleições, mesmo sabendo que já está ocorrendo com Bolsonaro o mesmo que ocorreu com FHC que, após a segunda vitória sobre Lula no primeiro turno, a economia brasileira entrou em derrocada num nocaute que fez de FHC um morto vivo que não governava mais o país, sumindo da mídia e visto esporadicamente vagando na erraticidade política, arrastando uma bola de ferro amarrada aos pés dez vezes maior que seu peso.

A Globo sabe o que está vindo por aí. Na verdade, quem tem um mínimo de discernimento sabe da tragédia que já se avista na economia, produzida por um governo e suas reformas que tiveram total apoio dos Marinho.

Agora, mais uma vez, depois do entusiasmo neoliberal, eles se veem diante da mesma fotografia que detonou o Brasil no governo neoliberal de FHC.

Ora, isso seria fatal. Foi para isso mesmo que os Marinho ajudaram a eleger o fascista miliciano e, agora, diante do caos já instalado pela cartilha de FHC rezada por Guedes, a Globo, tenta construir um dique contra o PT, porque sabe que Lula, que colocou a economia brasileira entre as cinco maiores do planeta, vai engolir a direita, pedaço por pedaço, com o apoio da população que lhe deu 87% de aprovação, justamente porque Lula fez história em seu governo não só no Brasil como também no mundo, tirando 40 milhões de brasileiros da miséria absoluta, miséria promovida por governos anteriores que sempre tiveram apoio entusiasmado da família Marinho.

Mas como, nesse momento de desespero, eles não têm nada para tirar da cartola para salvar a hecatombe neoliberal na qual o Brasil foi jogado, vão fazendo contas de troco miúdo para ver se criam manchetes antipetistas na base do músculo de papelão.

*Carlos Henrique Machado Freitas

Siga-nos no Whastapp: https://chat.whatsapp.com/FDoG2xe9I48B3msJOYudM8

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica: Agência 0197
Operação: 013
Poupança: 56322-0
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450.139.937-68
Agradecemos imensamente a sua contribuição

 

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: