30 de setembro de 2021
  • 17:32 Pesquisa Ipespe: Lula está 15 pontos à frente de Bolsonaro e venceria adversários no segundo turno
  • 15:50 Ciro Nogueira deu cargo com salário de R$ 13 mil à esposa de seu secretário-executivo
  • 15:14 Lula obtém sua 20ª vitória na justiça contra Moro e caso do sítio de Atibaia é enterrado
  • 13:21 Vídeo: Em Minas, Bolsonaro é vaiado, escrachado e xingado
  • 10:17 Para chaleirar Bolsonaro, Véio da Havan usou a própria mãe como cobaia do kit cloroquina

Não foi por falta de cacique a tribo bolsonarista viu a força política de Bolsonaro murcha.

Os generais Braga Netto e Mourão estiveram juntos no mesmo pilão com ninguém menos que Queiroz. Tudo juntoemisturado.

Ninguém sabia aonde começava o Palácio do Planalto e terminava Rio das Pedras.

Vídeos mostrando que a maioria dos manifestantes era de mercenários que se venderam a 100,00 rodam às pencas nas redes.

As imagens carecas de uma Esplanada dos Ministérios vazia deram o tom do insuspeito e nada petista jornal Valor Econômico:

“Apenas 5% do que era esperado pelos organizadores da manifestação apareceram em Brasília.

Sem falar que a Brasília que estaria cercada de caminhões se revelou tão verdadeira quanto Saci Pererê e a mula sem cabeça.

A imitação da invasão do Capitólio nos EUA, prometida pelos bolsonaristas contra o STF, simplesmente nem foi aventada na hora do vamos ver.

Os bufões como Zé Trovão que prometiam enfrentar Alexandre de Moraes em plena manifestação, ninguém tem notícia do seu paradeiro depois que fugiu do país.

E o principal, Bolsonaro totalmente ensandecido pelo fracasso, teve coragem de soltar a pérola cômica de que vai reunir um suposto conselho da presidência para decidir coisa nenhuma.

O fato é que nem Bolsonaro tem força para dar golpe e nem há mais tempo para o impeachment, para tristeza da terceira via, da mesma direita.

Bolsonaro vai seguir sangrando e chegará em 2022 completamente varado com a cabeça pendendo e absolutamente murcho, sem dar espaço para a terceira via ao menos tentar uma reação contra o avanço de Lula que segue em velocidade com a bola dominada com a possível vitória já no primeiro turno.

O fato é que todas as vezes em que Bolsonaro tenta criar um fato, até consegue criar, mas contra ele próprio. Consequentemente sua rejeição só aumenta pelo nível de exposição ridícula que se coloca.

Hoje não foi diferente e não será em momento algum das tensões que ele tentará provocar até 2022, com seus blefes patrióticos e seu garganteio patético.

Assista:

Apoie o Antropofagista com qualquer valor acima de R$ 1,00

Caixa Econômica
Agência 0197
Operação 1288
Poupança: 772850953-6
Arlinda Celeste Alves da Silveira
CPF: 450. 139.937-68
PIX: 45013993768

Agradecemos imensamente a sua contribuição

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: