19 de setembro de 2020
  • 19:10 Moro faz demagogia com a morte da juíza Ruth Bader Ginsburg e é espinafrado no twitter
  • 17:50 O Brasil feliz de novo: Hashtag #HaddadLula2022 ganha as redes e surpreende milícias bolsonaristas
  • 16:18 PGR vai investigar Eduardo Pazuello por produção excessiva de cloroquina
  • 15:12 Brasil, de exemplo mundial de combate à fome a motivo de grande preocupação
  • 12:44 Bretas admite que bloqueou contas pessoais de advogados e de escritórios

A deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF) pediu que Bolsonaro coloque nas ruas homens armados contra o PT, para o que ela chamou de “quebra quebra geral”, que estaria sendo organizado pelos petistas em janeiro para protestar contra o aumento da tarifa de ônibus.

A deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), forte apoiadora de Jair Bolsonaro, pediu que o presidente coloque nas ruas homens armados contra o PT, para o que ela chamou de “quebra quebra geral”, que estaria sendo organizado pelos petistas em janeiro para protestar contra o aumento da tarifa de ônibus.

“Atenção: em janeiro está previsto aumento de tarifa de ônibus. A associação de coletivos urbanos já está em alerta,pois tem ouvido fortes rumores de que o PT está organizando um quebra quebra geral, nos moldes do Chile. Aliás, @LulaOficial tem pregado isso. GLO neles @jairbolsonaro”, postou a deputada no Twitter.

Por GLO a parlamentar se refere à Garantia da Lei e da Ordem, ações usadas em ocasiões especiais pelas Forças Armadas, como forças de segurança.

Em outro tuíte agressivo, a deputada do PSL pregou que “o MP deveria pedir a prisão do Lula por incitar o terrorismo”, e em seguida chamou o ex-presidente e José Dirceu de “vagabundos” e “terroristas”.

 

 

*Com informações do 247

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Alvaro Figueiredo Posted on 25 de novembro de 2019 at 20:10

    Mandar metralhar a “petralhada” como Bozo fez na campanha não tem problema algum, pelo visto.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: