18 de janeiro de 2021
  • 11:31 Acuado, com medo de cair, Bolsonaro convoca o inferno
  • 10:09 Por quanto tempo os brasileiros ainda ficarão reféns da frieza covarde de uma mente assassina?
  • 09:29 Bolsonaro mentiu; não há confirmação de que a Índia fornecerá vacina ao Brasil
  • 22:49 Assista: Em vídeo promocional 2019, Dória oferece o Butantan para privatização a investidores em Davos
  • 21:21 Em mais uma derrota do governo Bolsonaro, menos da metade dos estudantes comparecem à prova do Enem

Congresso derruba veto a projeto que facilita acesso ao BPC.

Benefício é pago a idosos e pessoas com deficiência; renda máxima para obter o BPC passa de R$ 259,75 para R$ 519,50. Impacto fiscal é de R$ 20 bilhões ao ano.

Com o voto de 302 deputados, o Congresso Nacional derrubou o veto do presidente Jair Bolsonaro ao Projeto de Lei 3055/97, do Senado, aumentando de 1/4 de salário mínimo para meio salário mínimo o limite da renda familiar per capita para idosos e pessoas com deficiência terem acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC). Houve 137 votos a favor do veto.

No Senado Federal, foram 45 votos a 14, pela derrubada do veto. Agora a matéria será promulgada como lei. Para sua execução, entretanto, serão necessários ajustes na lei orçamentária para alocação dos recursos.

O governo argumenta que isso criaria despesas obrigatórias ao Executivo sem indicação da respectiva fonte de custeio, desobedecendo à Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) e ao Regime Fiscal (Emenda Constitucional 95, de 2016).

Segundo o deputado Osmar Terra (MDB-RS), ex-ministro da Cidadania, pasta que cuida do programa, o impacto será de R$ 60 bilhões, mas os parlamentares a favor da derrubada do veto indicam que cálculos do próprio governo indicam um aumento de R$ 11 bilhões nas despesas com o benefício.

 

 

*Fonte: Agência Câmara de Notícias

Celeste Silveira

Produtora cultural, parecerista de projetos culturais em âmbito nacional

RELATED ARTICLES

1 COMMENTS

  1. Afonso Schroeder Posted on 12 de março de 2020 at 17:19

    Falta com urgência: Ate quando o Brasil justiça (STF) vai deixar criminoso comprovado a meses pela INTERCEPT impune? “Moro” descumpridor da CF/88, mentiroso ex-juiz que virou ministro só no Brasil cadeia já a “Moro”.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: