18 de setembro de 2020
  • 21:47 Começa a cair de vez a máscara de Moro, Bretas e de toda a Lava Jato
  • 18:38 PF intima Moro para depor no inquérito dos atos antidemocráticos
  • 17:39 Gilmar Mendes dá cinco dias para Bretas explicar operação contra advogados
  • 16:50 Feitiço contra o feiticeiro: Fumaça do Pantanal faz avião de Bolsonaro arremeter em MT
  • 14:20 Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, vai a Roraima discutir a Venezuela

Reportagem do Jornal Hoje, na Globo, acaba de mostrar que, de tão intenso o trânsito de automóveis em São Paulo, existem vários pontos de engarrafamento e retenção, bem próximo ao movimento de dias normais de trabalho.

Isso significa que muita gente se curvou à opinião do “especialista” Bolsonaro de que, além de ser somente uma gripezinha, o coronavírus pode ser combatido pela cloroquina, o elixir milagroso que Bolsonaro está vendendo para o país.

A irresponsabilidade desse louco vai conseguir o que tanto ele sonha, junto com comerciantes gananciosos. E quando as pilhas de cadáveres estiverem se acumulando nos hospitais, todos desaparecerão, se as instituições no Brasil não enfiarem Bolsonaro no quarto de loucos.

O STF proibiu Bolsonaro de fazer apologia à quebra do isolamento social, mas o maníaco do coronavírus arrumou um jeito ontem de fazer o seu discurso sem citar que é a favor da quebra do distanciamento social, mas vendendo a cloroquina como um medicamento 100% eficaz contra a Covid-19, o que deu no mesmo.

Se nada for feito para frear esse rato e se não houver uma desratização no Palácio do Planalto, o país viverá uma tragédia sem precedentes em sua história.

 

*Carlos Henrique Machado Freitas

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: