24 de novembro de 2020
  • 10:06 Reinaldo Azevedo desafia Fachin e Cármen Lúcia a apresentarem provas contra Lula
  • 09:16 Boulos ganha tração e chega a 40%; Covas perde força e cai para 48%
  • 22:08 Livro da Vaza Jato mostra assessoria de Vladimir Netto para Dallagnol e intimidade do procurador com dono da Globo
  • 18:10 A política que militares negam fazer
  • 15:40 Não é Segunda onda, é o descaso e a irresponsabilidade do governo Bolsonaro

E assim assistimos à continuidade do grande golpe e da grande farsa da Lava Jato, o que levou à eleição de Bolsonaro. Faço sempre a pergunta, como chegamos a isso? E parte da resposta está ai, pois tem muito mais a ser revelado

Glenn Greenwald, do Intercept, teve acesso a documentos que provam que a Lava Jato é uma grande farsa e que impediu Lula de dar entrevista e, consequentemente, elegeu Bolsonaro.

Em chats privados, procuradores reagiram indignados ao saber que ex-presidente falaria à Folha e celebraram quando ação do Partido Novo impediu a entrevista.

Um extenso lote de arquivos secretos revela que os procuradores da Lava Jato, que passaram anos insistindo que são apolíticos, tramaram para impedir que o Partido dos Trabalhadores, o PT, ganhasse a eleição presidencial de 2018, bloqueando ou enfraquecendo uma entrevista pré-eleitoral com Lula com o objetivo explícito de afetar o resultado da eleição.

Os arquivos, a que o Intercept teve acesso com exclusividade, contêm, entre outras coisas, mensagens privadas e de grupos da força-tarefa no aplicativo Telegram. Neles, os procuradores da força-tarefa em Curitiba, liderados por Deltan Dallagnol, discutiram formas de inviabilizar uma entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à colunista da Folha de S.Paulo Mônica Bergamo, autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski porque, em suas palavras, ela “pode eleger o Haddad” ou permitir a “volta do PT” ao poder.

Assim que souberam da liberação da entrevista pelo Ministro Ricardo Lewandowski, um clima de revolta e pânico se espalhou entre os procuradores. Acreditando se tratar de uma conversa privada que jamais seria divulgada, eles deixaram explícitas suas motivações políticas.

A procuradora Laura Tessler logo exclamou: “Que piada!!! Revoltante!!! Lá vai o cara fazer palanque na cadeia. Um verdadeiro circo. E depois de Mônica Bergamo, pela isonomia, devem vir tantos outros jornalistas… e a gente aqui fica só fazendo papel de palhaço com um Supremo desse… ”.

‘ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve’.

Uma outra procuradora, Isabel Groba, respondeu com apenas uma palavra e várias exclamações: “Mafiosos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”.

Carol PGR – 11:22:08 Deltannn, meu amigo
Carol PGR – 11:22:33 toda solidariedade do mundo à você nesse episódio da Coger, estamos num trem desgovernado e não sei o que nos espera
Carol PGR – 11:22:44 a única certeza é que estaremos juntos
Carol PGR – 11:24:06 ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve
Deltan Dallagnol – 13:34:22 Valeu Carol!
13:34:27 Reza sim
13:34:32 Precisamos como país

Outro procurador, Athayde Ribeiro Costa, sugeriu expressamente que a Polícia Federal manobrasse para que a entrevista fosse feita depois das eleições, já que não havia indicação explícita da data em que ela deveria ocorrer. Dessa forma, seria possível evitar a entrevista sem descumprir a decisão.

Athayde Costa – 12:02:22 N tem data. So a pf agendar pra dps das eleicoes. Estara cumprindo a decisao
12:03:00 E se forcarem antes, desnuda ainda mais o carater eleitoreiro.

Julio Noronha – 17:43:37 Como o Lewa já autorizou, acho que só há dois cenários: a) A entrevista só para a FSP, possivelmente com o “circo armado e preparado”; b) tentar ampliar para outros, para o “ciro” ser menor armado e preparado, com a chance de, com a possível confusão, não acontecer.

Os capítulos seguintes virão logo logo. Aguardem!

 

 

*Matéria completa no Intercept

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

4 COMMENTS

  1. Aleudo De Oliveira Brito Posted on 15 de junho de 2019 at 02:11

    Quer dizer que a crise a falta de trabalho as maiores construtoras paradas,muitas delas envolvida na lava jato,muito politicos e empresários preso a tudo isso e força e estão brincando de presinho, uma empreiteira como odebrecht, praticamente parada ,a beira da falência isso tudo de brincadeira. Eu mesmo estou desempregado faz messes e tbm brincadeira.

    Reply
  2. Nilo Antonio da Silva Posted on 23 de setembro de 2019 at 19:09

    É vexatória a história de um país que tinha tudo pra ser o maior e melhor país da América do sul para viver,se não fosse à mesquinharia da elite nacional, em ver o povo todo,podendo andar de avião e comprar seus primeiros carros zero quilômetros e os filhos em uma universidade, igual ao filhinho de papai…

    Reply
  3. Reinaldo Gonçalves da Cruz Posted on 29 de setembro de 2019 at 20:10

    Esses caras quebraram o país, depois do golpe,.341 mil empresas fecharam as portas, milhares de trabalhadores, passando necessidades, esses bandidos precisa pagar por isso

    Reply
  4. Afonso Schroeder Posted on 26 de fevereiro de 2020 at 10:36

    Mais parece chefão de quadrilha “Bozó” descumpridor da CF/88, tenta enganar o povo, vemos com quem anda para ver quem é (Moro descumpridor da CF/88 comprovado pela INTERCEPT dois elementos nocivos a sociedade cadeia já a “Moro”.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: