18 de maio de 2022
  • 09:23 Bolsonaro ajuíza processo contra Moraes no STF por abuso de autoridade
  • 22:29 Privatização da Eletrobras: ministro do TCU Vital do Rêgo dirá em seu voto que estatal está sendo ‘saqueada’
  • 21:31 Bolsonaro segue dando o golpe do golpe para não falar da inflação descontrolada que está massacrando o povo
  • 18:48 CASSADO: Alesp cassa mandato do deputado Mamãe Falei, Arthur do Val, que fica inelegível
  • 17:01 Vídeo: Em Sergipe, Bolsonaro ouviu gritos de “Lula”

“Willian Bonner é o Deltan Dallagnol do jornalismo –ambos exsudam a viscosidade do caráter que habita o intestino grosso dos donos; como Deltan, Willian, sempre que pode, monta power points colando pedaços de mentiras contra Lula.” (Saul Leblon)

Esta é uma definição perfeita para as práticas da Globo e da Lava Jato no fundamentalismo antipetista que fazem desses dois sócios da prisão política de Lula.

Aliás, foi Dallagnol que confessou a Moro, em mensagem vazada pelo Intercept que, sem o alarido de Bonner no JN, Lula não seria condenado, pois as provas que a Força-tarefa tinha contra ele, eram vazias, e só uma campanha midiática do Jornal Nacional poderia dar suporte à condenação criminosa que Moro aplicou a Lula.

Na verdade, ontem no Jornal Nacional, Bonner, numa patética comparação grosseiramente manipulada de Lula com Bolsonaro, confirmou a tática de tentar enfiar Lula aonde ele não cabe para, na outra ponta, tentar justificar os crimes de Bolsonaro contra o meio ambiente, mas, sobretudo contra a Amazônia que tem feito o mundo todo repudiar o fascista.

 

*Da redação

Celeste Silveira

Produtora cultural

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: