1 de dezembro de 2020
  • 19:16 Vídeo: Glauber Braga diz, ‘Eu não estou nada impressionado com as novas tarefas de Moro’
  • 17:49 Confirmado pelo Ministério da Justiça: acordo com procuradores dos EUA para condenar Lula foi ilegal
  • 16:05 Vídeo: Ver a Globo se agarrando nos cabelos do Centrão, não tem preço
  • 15:14 OMS chama atenção do Brasil sobre a Covid-19: “Situação é preocupante”
  • 10:40 Pela milionésima vez a “consultoria da Globo” anuncia o funeral político do PT e de Lula

O grupo central que votou contra a tese que pode anular sentenças da Lava Jato foi uma apoteose à parte. Fachin, Barroso e Fux se constituíram em três chafarizes retóricos que formam o bloco da Lava Jato no STF, como já denunciou o Intercept através dos vazamentos das conversas entre procuradores da Força-tarefa.

Os Vazamentos mostraram que a Lava Jato é uma operação política e não jurídica e que os três ministros do STF faziam parte do mesmo grupo e estavam dispostos a fechar com a operação em todas as teses estapafúrdias criadas por Deltan Dallagnol e Sergio Moro.

Cada um representando seus interesses, mas unidos na alegoria jurídica que avalizava todos os absurdos cometidos pela Força-tarefa e as conclusões do juiz Sergio Moro.

Não teve jeito. Hoje, no STF, os três citados na Vaza Jato deixaram grandes pegadas que chegam ao lugar de origem.

Barroso, à francesa, foi o mais leitoso deles, fazendo do plenário coreto político infestado de chavões moralistas que deslocava o assunto do ambiente jurídico para o político.

Fachin foi o mais eclético, juntador de cacos para formar uma tese furada. Fux foi ainda mais trágico, ameaçando toda a corte sobre uma possível pantomima que o resultado poderia trazer contra a Lava Jato. E o homem do topete dourado parecia não aceitar o resultado contrário e, cada vez que se pronunciava, parecia um meninote fazendo pirraça.

O fato é que os três foram fiadores da arquitetônica lambança da Lava Jato, mesmo diante de uma denúncia explícita da Vaza Jato de que são absolutamente parciais com exposição dos motivos que os levaram a esse comportamento antiético.

 

*Por Carlos Henrique Machado Freitas

 

Celeste Silveira

RELATED ARTICLES

5 COMMENTS

  1. Ruggiero Dambra Posted on 27 de setembro de 2019 at 02:29

    Barroso Fachin Fux não tem interesse para defender a democracia? ma tem interesse para defender a palestra de Deltan Dellagnol Moro.

    Reply
  2. afonso Schroeder Posted on 27 de setembro de 2019 at 10:59

    O cumprimento da Constituição/88 pelo (STF) vai dar inicio do Brasil voltando aos trilhos: Visível a falta de honestidade da direita desde o “golpe de estado no Brasil em abril/2016 andamos igual Caranguejo de “ré” vamos ser honestos direita truculenta e enganadora dos brasileiros só tem tempo para perseguir as esquerdas e não sabem fazer gestão pública por favor vão tomar aulas com o mestre dos mestres em gestão pública o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Lula) que é 100% inocente confirmado pela “INTERCEPT” de Glenn Greenwald. Ex-juiz e atual ministro “Moro” descumpridor da Constituição/88 na cadeia já.

    Reply
  3. José Cesar Pereira Posted on 27 de setembro de 2019 at 11:07

    Os cúmplices da Lava Jato Parcial” no STF, desmoralizados pela #VazaJato foram derrotados pelo plenário da corte por tentarem mais uma vez rasgarem a Constituição para validarem os crimes de Moro, Dallagnol e seus cúmplices contra Lula. Os interesses políticos e financeiros espúrios dos citados estão demonstrados pelo “The Intercept Brasil” e pela vergonhosa participação de Fachin, Barroso e Fuxt nesta seção. Que tipo de manobra Toffoli tentará fazer para não permitir que Lula seja beneficiado pela decisão? Ao encerrar a seção de forma açodada e sugerir que pretende “modular a decisão da maioria do plenário” levanta suspeitas de que possa ter havido algum tipo de “conversa ou ameaças” envolvendo generais. Os mesmos que desde o sequestro e a prisão política de Lula detêm a “ultima palavra do judiciário” no “Brasil do Golpe Continuado fase pré-ditadura militar e judiciária”. Estejamos atentos e prontos para garantirmos o respeito a Constituição e justiça para Lula e o povo brasileiro. #LulaLivre #NovasEleiçõesJá

    Reply
  4. jose aparecido rodrigues Posted on 28 de setembro de 2019 at 09:46

    Ladrões estão querendo sitiar o país tres patetas sem moral nenhuma rirem ja esses vermes do TSF.

    Reply
  5. jose aparecido rodrigues Posted on 28 de setembro de 2019 at 09:48

    Ladrões da nossa constituição fantasma.

    Reply
LEAVE A COMMENT

Comente

%d blogueiros gostam disto: